Notícias

72% dos consumidores consideram os produtos de beleza muito caro

Atualizado em: 15/09/2013

Produtos-beleza

Uma pesquisa realizada pelas empresas Hibou e PiniOn revelou os hábitos de consumo dos homens e mulheres ao comprar produtos de higiene e beleza.

Na hora de comprar, os consumidores consideram como mais importante a qualidade do produto. A reposta foi apontada por 92%. O preço foi indicado por 72%, enquanto 57% analisam a marca.

Em relação aos produtos que disponíveis no mercado, 86% dos entrevistados disseram se sentir satisfeitos com os produtos oferecidos. Quanto aos preços, 72% consideram os produtos de higiene e beleza muito caros contra 28% que acham que o valor é justo. Sobre o gasto médio mensal, 62% disseram que gastam entre R$ 21 e R$ 100.

Antes de comprar, 59% das pessoas fazem pesquisam na internet. Entretanto, a televisão continua sendo o principal canal para buscar informações.

Homens x mulheres

Ao analisar as compras realizadas por homens e mulheres, o gerente de produto do PiniOn, afirma que as  mulheres ficam à frente em relação à compra de supérfluos e, consequentemente, nos gastos. "Mas elas, apesar de serem mais influenciadas pela mídia, costumam pesquisar mais do que eles na Internet e levam bem mais em conta a opinião de profissionais e indicação de outras pessoas."

Apenas 39% das mulheres dizem comprar o que realmente precisam e 52% confessam que exageram, contra 71% dos homens que compram apenas o necessário e 18% vão bem além. Na hora da compra, 83% das mulheres são motivadas por recomendação, contra 69% do sexo masculino.

Em relação aos gastos mensais, 24% das mulheres e 35% dos homens gastam de R$ 21 à R$ 50; 32% das mulheres e 33% dos homens costumam gastar de R$50 à R$100; e 29% das mulheres e 21% dos homens que gastam cerca de R$ 100 à R$ 200.

Uol

Notícias