Negócios

5 marcas que já tiveram problemas com seus nomes

Atualizado em: 21/08/2017

1485563792-

Tome cuidado na hora de escolher o nome da sua marca, ela já pode estar sendo utilizada por outra empresa. Achamos interessante trazer a matéria do ADNews que mostra 5 marcas que já tiveram problemas com seus nomes e foram obrigadas a gastar energia, tempo e recursos para resolver a questão.

 

 

É importante lembrar que existe um passo-a-passo para a escolha do nome e sempre começa na pesquisa de marca. Além disso, após a escolha, registrar a marca também é fundamental, afinal, ter uma marca registrada confere aos empresários não somente tranquilidade mas competitividade, ocupando um espaço exclusivo no mercado, onde os concorrentes não terão como copiar.

Leia a matéria na íntegra e fique esperto: Proteja sua marca!

5 marcas que já tiveram problemas com seus nomes

Em 2014, a justiça proibiu a empresa de cartões “Cielo” de usar tal marca. Antiga Visanet, a companhia teria se beneficiado do sucesso do nadador Cesar Cielo para mudar de nome em 2009. Foi o que entendeu uma decisão da Justiça Federal no Rio de Janeiro.

Conforme informa O Globo, a sentença da juíza Márcia Maria Nunes de Barros deu à empresa 180 dias para deixar de usar o nome em todo o território nacional, sob pena de multa diária de R$ 50 mil. A marca diz que se trata de uma decisão em primeira instância e vai recorrer.

A decisão, ocorrida reacende a discussão sobre os nomes das marcas.

Não foi a primeira vez que uma empresa teve problemas com seu nome. O Adnews resolveu elencar outros exemplos.

Confira:

Johnnie Walker vs. João Andante

Screen Shot 10-16-14 at 03_19 PM

Uma cachaça brasileira resolveu se lançar no mercado claramente inspirada no whisky Johnnie Walker. Foi processada e teve de mudar de nome para O Andante.

Apple vs. Apple Records

Screen Shot 10-16-14 at 03_18 PM 001

Uma das disputas de nome mais famosas da história, a marca de tecnologia e a gravadora dos Beatles chegaram a um acordo em 2007.

Amil vs. Amil Desentupidora

Screen Shot 10-16-14 at 03_17 PM

Em junho deste ano, a Amil foi ao ao Supremo contra uma dedetizadora que usa o mesmo nome da marca. O Ministro Gilmar Mendes negou o pedido da empresa.

Lady Gaga vs. Energético Gaga

Screen Shot 10-16-14 at 03_14 PM

Lady Gaga abriu um processo contra o energético austríaco Gaga. A ação chegou ao fim recentemente, em agosto. A decisão é que a bebida segue com o nome.

Arnold Schwarzenegger vs. Arnold Nutrition

Screen Shot 10-16-14 at 03_12 PM

A marca de suplementos Arnold Nutrition venceu uma ação movida por Arnold Schwarzenegger. O ator alegava violação de seus direitos de marca, porém, o Desembargador Federal Abel Gomes entendeu que a Arnold Nutrition, que existe desde 2004, é uma marca consolidada e registrada, que inclusive já foi patrocinadora do evento de fisiculturismo do ator.

 

Fonte: ADNEWS 

 

Negócios