Empreendedorismo

Empreendedores terão capacitações gratuitas em Campina Grande

Atualizado em: 02/05/2017

semana-do-mei-campina-grande-1492704966

A Semana do Microempreendedor Individual (MEI), acontece entre os dias 8 e 12 de maio e é uma ótima oportunidade para quem quer fortalecer seu empreendimento ou abrir um novo negócio. Na cidade de Campina Grande, o evento será realizada na Praça da Bandeira, UEPB, FIEP e ACCG.

 

 

 

Empreendedores terão capacitações gratuitas em Campina Grande

Ações da Semana do Microempreendedor Individual (MEI) na cidade serão realizadas na Praça da Bandeira, UEPB, Fiep e ACCG, entre os dias 8 e 12 de maio. Evento acontece em mais 26 municípios paraibanos

Mais de 60 atividades estão programadas durante a Semana do Microempreendedor Individual (MEI) em Campina Grande, que será realizada entre os dias 8 e 12 de maio. O evento vai oferecer atendimentos gratuitos, capacitações, orientações e consultorias empresariais, soluções para os pequenos negócios, agendamento de visita, além de palestras e oficinas. As ações da Semana, organizadas pelo Sebrae em Campina Grande, serão realizadas na Praça da Bandeira, UEPB, Fiep e ACCG, além dos municípios de Queimadas e Esperança. O evento também será realizado, simultaneamente, em 27 municípios do Estado.

Ao todo, serão promovidas 47 oficinas, 11 palestras e duas clínicas tecnológicas. Da segunda (8) a sexta-feira (12), das 9h às 17h, especialistas do Sebrae irão prestar orientações e consultorias numa estrutura montada na Praça da Bandeira. Na segunda-feira (8), na Fiep, serão as clínicas de Prototipagem Rápida (9h às 12h), de Design Thinking (14h às 18h), de Gestão Empresarial de Salões de Beleza (14h às 18h).

À noite, haverá Talk-Show StrikeGames e a palestra máster “Tendências Mundiais do Varejo”, com o consultor Fred Alecrim, que tem 10 anos de experiência em varejo e que participa há oito anos da NRF Rerall’s Big Show, o mais importante evento de varejo do mundo. Ainda na Fiep, na terça-feira (9), haverá as oficinas de Programação (9h às 12h) e de Audiovisuais (14h às 18h), além das palestras “Vencendo e superando a crise” (14h às 18h) e “Atitudes Empreendedoras” (19h às 21h).

O analista técnico do Sebrae e coordenador da Semana do MEI em Campina Grande, Thiago Jatobá, o evento é uma oportunidade para quem busca fortalecer o empreendimento ou começar um novo negócio. “A ideia de descentralizar o evento este ano é uma estratégia de aproximação dos nossos clientes através das parcerias que firmamos. Ampliar a abrangência de nossa ação dá a possibilidade de alcançar e atender os empreendimentos sem alterar a rotina do negócio”, falou.

A programação segue com as palestras, na UEPB, “Comece certo: planejamento e análise”, na terça (9), “Atendimento e vendas de alta performance”, na quarta (10), “Planejando o Fluxo de Caixa de sua empresa”, na quinta (11) e “Estratégias de precificação” na sexta (12). As palestras serão das 15h30 às 17h.

Na Associação Comercial de Campina Grande (ACCG), a capacitação começa na quarta-feira (10), com as palestras “O que o Sebrae pode fazer por sua empresa” e “Ferramentas tecnológicas para ampliar o relacionamento com o seu cliente”, das 18h30 às 22h30. No mesmo horário, na quinta-feira (11), ocorrem as palestras “O que o Sebrae pode fazer por sua empresa” e “Design Estratégico: valorize a identidade de sua empresa”.

A Semana do MEI em Campina Grande é uma realização do Sebrae, em parceria com os bancos do Brasil e do Nordeste, INSS, ACCG, Senad, UEPB, Sicoob, Senai, Fiep e Siconv. Mais informações na agência ou pelo telefone 0800 570 0800.

Palestras SEI – Nas cidades de Queimadas e Esperança, além de Campina Grande, serão oferecidas de terça-feira (9) a sexta-feira (12), um ciclo de 40 palestras do programa SEI do Sebrae. Os principais pontos para a gestão de um negócio eficiente e lucrativo para o microempreendedor individual são o foco do programa. As capacitações de quatro horas e oferecem certificado.

Números do MEI – Campina Grande é a segunda cidade com o maior número de microempreendedores individuais no Estado, com 20.459. Em todo o Estado, já são 97.589 trabalhadores por conta própria formalizados, que representam 70% dos 140 mil pequenos negócios formais. Em Esperança, há 1.367 MEI. Já em Queimadas, são 1.334. Comércio varejista de artigos do vestuário, acessórios e mercadorias em geral, cabeleireiro e outros serviços, como o de táxi e lanchonetes, além de casas de chá, de sucos, dentre outros, são os MEI mais comuns.

Quem é o MEI – A figura jurídica do MEI foi criada pela Lei Complementar 128/08, que inseriu essa categoria empresarial na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei Complementar 123/06). O MEI garante registro no CNPJ e vários benefícios para o crescimento da atividade, como comprar e vender com nota fiscal. Vendas para o governo, abrir conta em banco como pessoa jurídica, ter acesso a crédito com taxas diferenciadas e apoio do Sebrae, são outros benefícios. Cobertura previdenciária como aposentadoria por idade e por invalidez, auxílio-doença e auxílio-reclusão para a família, salário-maternidade, pensão por morte, são outras vantagens no MEI.

Podem se formalizar como MEI aqueles que exercem atividades econômicas dentro das 442 categorias catalogadas e que tenham receita bruta de até R$ 60 mil por ano. A formalização é feita gratuitamente, no Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br). Formalizado, ele paga uma taxa fixa mensal de 5% sobre o salário mínimo para o INSS mais R$ 1,00 de ICMS, se atuar no setor da indústria ou comércio, ou R$ 5,00 se for da área de serviços.

Fonte: SEBRAE 

Empreendedorismo