Especial Dia das Crianças

As crianças estão na moda. Leia e comprove!

Atualizado em: 10/10/2015

desfile2

Os brasileirinhos descobriram a moda. Levados pelos pais ou por gosto próprio, eles engrossam os números de consumo de vestuário e calçados. Uma pesquisa feita pelo IBOPE, entre janeiro e dezembro de 2012, mostrou que 38% da população quer estar em dia com a moda e 74% comprou roupas e acessórios nos últimos 30 dias. O segmento infantil já responde 15% do setor da moda e apresenta um crescimento de 6% ao ano, segundo dados da Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT). O setor movimenta cerca de R$ 50 bilhões ao ano. O aumento do poder aquisitivo das famílias brasileiras foi de grande ajuda para o crescimento do setor. “Antigamente, a moda para crianças era tratada de maneira informal. As mães compravam em camelôs ou lojas simples e passavam as roupas de um filho para o outro, porque a criança cresce e perde a peça logo”, afirma a consultora do Senac Moda, Roberta Campos. “Com o crescimento do poder aquisitivo, principalmente da classe C, elas passaram a frequentar os shoppings e a comprar mais roupas”.

A internet está repleta de blogs e tumblrs dedicados à moda infantil, muitos feitos pelos próprios consumidores. Sapatos, camisas, saias e casacos de pele se transformam com a fofura de peças em tamanho mínimo e cores alegres. O calendário oficial de feiras e eventos voltados para esse público dão uma amostra do quanto ele é significativo. Sâo quatro datas fixas que concentram lançamentos e antecipam tendências para os pequenos. As feiras e desfiles acompanham o calendário internacional apresentando coleções de primavera-verão e de outono-inverno.

Fonte: Epoca

Especial Dia das Crianças