Empreendedorismo

Ricardo Coutinho defende Região Integrada de Desenvolvimento entre Paraíba e Pernambuco

Atualizado em: 27/03/2014

governador1

2014-03-27 09.02.09

O governador Ricardo Coutinho abriu, na manhã desta quinta-feira (27), o 1° Fórum de Negócios da região metropolitana de João Pessoa mostrando as perspectivas de desenvolvimento conjunto do polo industrial Paraíba e Pernambuco. Ele apresentou para um público de 250 gestores e empresários brasileiros, portugueses e italianos o projeto da Região Integrada de Desenvolvimento (RID) que englobará os municípios paraibanos e pernambucanos em uma política comum para novas indústrias.

Em um talk show mediado pelo jornalista Jean Gregório e com a participação do presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Buega Gadelha, e da prefeita do Conde, Tatiana Corrêa, Ricardo informou que a RID englobará oito municípios de Pernambuco e cinco da Paraíba e será a 5ª região integrada do país. “Esse é um projeto que nos dará a condição de grande polo industrial no Nordeste aproveitando todas as oportunidades geradas com a instalação da Fiat em Goiana”, destacou Ricardo Coutinho, que na ocasião do evento recebeu o título de cidadania do município do Conde concedido pela Câmara Municipal.

O governador falou dos investimentos realizados pelo Governo do Estado na região, como a readequação da PB-044, o saneamento do município do Conde e Jacumã, o binário de Jacumã e o distrito industrial em Alhandra, onde em uma parte da área está sendo implantado um Condomínio Logístico Industrial da Paraíba com 550 mil metros quadrados, com lotes destinados a indústrias e operações logísticas, posto de combustível, truck center, restaurantes e lojas e condomínios com lotes para instalação de empresas. Ricardo ressaltou que a Paraíba está preparando um polo industrial para receber empresas, algumas já confirmadas como a Vertequip e a GME que será responsável pela automação da Fiat.

De acordo com o governador, a Paraíba está vivenciando um ciclo forte de desenvolvimento industrial. “A Paraíba não via isso há muito tempo e os resultados estão aparecendo como o maior índice de geração de empregos em 12 meses, o maior crescimento do ICMS do país (18%). Com uma política firme atraímos R$ 4,4 bilhões em investimentos privados, onde mais de 1 bilhão já foram investidos em empresas que estão gerando empregos e desenvolvimento. Estamos fazendo o presente, mas olhando para o futuro”, ressaltou.

O presidente da Fiep, Buega Gadelha, afirmou que a região da fronteira entre a Paraíba e Pernambuco vai receber cerca de 50 mil pessoas entre engenheiros, técnicos e trabalhadores que precisarão de casa, comida, lazer levando a crescer também os setores comerciais e de serviços. “É por isso que surgem muitos empreendimentos imobiliários na Paraíba e o setor de serviços e os municípios precisam estar preparados também em sua infraestrutura”, comentou.

Buega destacou que outro fator decisivo são os investimentos do Sistema S e do Governo do Estado na capacitação de mão de obra técnica para suprir o mercado com cursos de formação em automação, mecânica e robótica e com a construção de mais uma Escola do Senai em Caaporã. “Em 2013, formamos 71 mil alunos e em 2014 mais de 80 mil alunos, nos consolidando como a maior rede de ensino da América Latina”, assinalou.

De acordo com Buega Gadelha, a Paraíba já vem recebendo indústrias da cadeia automotiva da Fiat, mas por uma questão estratégica só é possível divulgar as que estão fechadas como a GME com quem firmamos parceria para formação de 56 paraibanos em automação industrial. “O ritmo de crescimento de empregos na Paraíba chega a 12% ao ano e 18% de sua massa salarial nos últimos quatro anos. Isso demonstra que a Paraíba vive o seu melhor momento, superando o ritmo de crescimento chinês”, completou.

A prefeita do Conde, Tatiana Corrêa, e os prefeitos de Alhandra, Marcelo Rodrigues, e de Bayeux, Expedido Pereira, participaram do fórum. A prefeita Tatiana Corrêa disse que a ideia do Fórum surgiu diante da grande solicitação de investimentos no setor imobiliário e industrial da região Sul com a implantação do Polo da Fiat em Goiana. Ela destacou que com uma visão de futuro o município do Conde resolveu promover esse fórum com os Governos da Paraíba e de Pernambuco, do Sebrae e prefeituras da região Sul. “Estamos construindo aqui oportunidades de investimentos e bons negócios com empresários brasileiros e grupos portugueses e italianos”, completou.

Tatiana ressaltou a importância da criação da Região Integrada Paraíba e Pernambuco como forma de organizar e atrair as fábricas interessadas em se instalar seja no Conde ou no distrito industrial de Alhandra. Segundo ela, o Conde tem recebido muitos investimentos, principalmente nos setores imobiliário e industrial e negocia com um grupo português a construção de um shopping de médio porte.

O engenheiro italiano do ramo da construção civil, Antonello Bottone, disse que o grupo já investe em João Pessoa e prospecta investimentos na área industrial na região Sul da Paraíba. “A Paraíba é um bom lugar para investir, principalmente neste belo litoral, e o apoio do Governo do Estado na atração de empresas. A vinda da Fiat abre um grande leque para construção residencial, o que é muito bom para o Conde e regiões próximas”, pontuou.

O diretor presidente do Complexo Logístico da Industrial da Paraíba (Clip), Lamir Mota Filho, afirmou que o condomínio facilitará a logística das indústrias em torno do polo Fiat. “As obras já foram iniciadas do Truck Center e de parte do condomínio e no primeiro semestre de 2015 deverá ser entregue a primeira etapa do empreendimento”, informou.

Lamir ressaltou que existe uma carência de lotes urbanizados destinados à indústria e à logística, principalmente dentro do conceito de condomínio onde estão incluídos os custos com segurança e os serviços de agenciamento de frete e manutenção das carretas. “É um condomínio diferenciado, não apenas na Paraíba como em todo o Nordeste”, completou.
Fonte:Portal Correio UOL

Empreendedorismo