Empreendedorismo

Jovens designers reinventam as joias

Atualizado em: 12/04/2014

joiass

 

joiass1
A coisa não se resume mais a Tiffany, Cartier ou Harry Winston. Alguns dos badulaques mais cobiçados hoje em dia são feitos por uma nova geração de designers de joias que estão agitando a velha arte.

Pergunte aos compradores das maiores butiques, que estão enchendo as prateleiras com marcas menos conhecidas. Desenhadas seguindo a tendência da moda das ruas e das passarelas, esses novos nomes fazem sucesso entre mulheres jovens buscando complementar seu guarda-roupa moderno. O fato de muitas serem desenhadas por mulheres jovens não deveria ser surpresa.

“Essas mulheres estão atentas ao que acontece no mundo da moda”, afirmou Tomoko Ogura, diretora de moda da Barneys, que dedica uma boa quantidade de espaço na loja para designers independentes como Irene Neuwirth, Jennifer Fisher e Gaia Repossi. “Assim, o produto final está ligado ao que acontece no resto de nossos pisos, e é assim que nossas clientes compram. Elas querem uma joia bonita que combine com o que estão vestindo.”

As consumidoras que entendem de moda investigam o Instagram em busca de inspiração, fazem compras online e não têm medo de correr riscos com designers pouco conhecidos. “Nossa cliente está se afastando da associação entre joalheria fina como sendo séria e formal”, afirmou Sasha Sarokin, compradora da Net-a-Porter, loja de luxo online que exibe diversas jovens designers de joias como Anita Ko e Ana Khouri. “As peças mais atraentes são aquelas que a cliente pode usar todo dia. Existe uma sensação diferente de valor por ser uma joia fina, mas pode também ser bastante informal.”

As compradoras não têm medo de gastar mais de US$ 40 mil nessa nova categoria de joias, acrescentou Sarokin. “A moda agora é clássica, chique e de bom gosto, ao contrário de ser um monte de cópias, e isso favorece o sucesso das joias”, ela garantiu.

O tapete vermelho não é exceção. Estee Stanley, estilista de Los Angeles, faz questão de colocar peças de joalherias independentes ao vestir estrelas como Jessica Biel, Portia de Rossi ou Lea Michele.

Fonte:MSN

 

Empreendedorismo