Empreendedorismo

Finep anuncia edital para startups

Atualizado em: 22/06/2017

19274952_1632229260122546_4622010670363930523_n-300x200

Em comemoração aos seus 50 anos, a Finep anunciou nesta última segunda-feira (19), o lançamento do edital do Finep Startup que tem a finalidade de alavancar empresas que estejam em fase final de desenvolvimento de produtos. Leia a matéria na integra e entenda.

Finep anuncia edital para startups

Na última segunda-feira (19/06) o vice-presidente da Anprotec, José Aranha, representou a entidade na comemoração de 50 anos da Financiadora de Estudos e Projetos(Finep). O evento foi realizado no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, e contou com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab. Na ocasião, o presidente da Finep, Marcos Cintra, juntamente com o presidente dos Correios, Guilherme Campos, lançou um selo e um carimbo comemorativos em alusão ao cinquentenário da principal agência de apoio à inovação do Brasil.

Edital para startups e programa inédito no setor de telecom

A Finep apresentou também duas novidades durante o evento: o primeiro edital do Finep Startup e um novo programa no setor de telecom. Juntas, as iniciativas totalizam aproximadamente R$ 700 milhões.

O Finep Startup tem como objetivo alavancar empresas que estejam em fase final de desenvolvimento do produto, para colocar no mercado, ou que precisem ganhar escala de produção. Empresas de base tecnológica nesse estágio possuem grande dificuldade para financiar seu desenvolvimento, principalmente em função das ausências de garantias e de geração de caixa. Hoje existe um espaço a ser ocupado entre o primeiro investimento que uma empresa em uma fase inicial recebe – em torno de R$ 100 mil e realizado, por exemplo, pelos investidores-anjo – e aquele feito por meio de um Fundo de Seed Capital – em torno de R$ 3 milhões –, dependendo do desenvolvimento da empresa.

Com o Finep Startup, a financiadora, que já apoiava empresas desse tipo via fundos de investimento em participações (FIPs) – dos quais participa como cotista –, agora vai investir diretamente nas startups. A ação tem como objetivo aportar conhecimento e recursos financeiros via participação no capital de empresas em estágio inicial com faturamento anual de até R$ 3,6 milhões. O edital visa apoiar 50 empresas por ano (25 por rodada de investimento). A empresa que for selecionada poderá receber um novo aporte de até R$ 1 milhão, conforme a avaliação do seu plano de investimentos.

shutterstock_107760329-300x163

Telecom

A nova linha de financiamento da Finep é exclusiva para empresas brasileiras adquirirem equipamentos de telecomunicação 100% nacionais. O objetivo com o programa é auxiliar a retomada do crescimento do setor no País. Os recursos, da ordem de R$ 630 milhões, são reembolsáveis e serão disponibilizados via Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel).

As empresas brasileiras interessadas (entre operadoras, provedores de internet e empresas de energia) poderão adquirir equipamentos certificados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), conforme exposto na Portaria MCT Nº 950 de 12/12/2006. O valor mínimo para aquisição dos equipamentos é R$ 500 mil. Das 42 empresas brasileiras reconhecidas pela portaria do MCTIC, 62% (26) são clientes da Finep. Com o programa, a Finep pretende atuar na outra ponta da cadeia, gerando demanda para as empresas brasileiras inovadoras que desenvolvem equipamentos de telecomunicações totalmente nacionais.

Seguro garantia

As empresas interessadas em obter financiamentos da Finep vão ganhar uma facilidade: a agência passa a aceitar o seguro garantia financeira nas operações de crédito a partir deste mês. Em comparação à fiança bancária, o seguro tende a ser uma alternativa de menor custo e que não exige reciprocidade bancária. Historicamente, um dos maiores problemas das empresas para conseguir financiamento está nas garantias.

Homenagens

A financiadora também aproveitou a solenidade para homenagear instituições que marcaram a sua história, como a Embrapa, a Fiocruz, a Embraer, o CERTI e o Porto Digital.

Além das instituições, foram homenageadas 11 personalidades, como Helena Nader, presidente da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), o matemático Jacob Palis, o ex-ministro João Paulo dos Reis Velloso, Luiz Davidovich, presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC), e Robson Braga de Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Fonte: AnproTec 

Empreendedorismo