Empreendedorismo

Empreendedoras paraibanas recebem prêmio nacional

Atualizado em: 25/02/2014

as duas 2

sebrae

A Paraíba levou duas medalhas na etapa nacional do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, entregue no final da manhã, desta terça-feira (25), em Brasília. O Estado concorria nas três categorias (produtora rural, pequenos negócios e microempreendedor individual), com uma representante em cada uma delas.

Maria de Fatima Barbosa Produtora Rural 2

A produtora rural paraibana, do município de Camalaú, Maria de Fátima Barbosa ficou com a primeira colocação nacional (medalha de ouro) em sua categoria e Thaís Fernandes de Araújo ficou em segundo lugar (medalha de prata) como microempreendedora individual.

“Esse reconhecimento nacional reforça a importância do empreendedorismo feminino em nosso Estado. Havia muitas histórias de mulheres fantásticas, de todo o país, e a Paraíba se destacou mais uma vez, mostrando a força de suas empreendedoras”, destacou a analista do Sebrae e gestora estadual do Prêmio, Maria José Menezes.
Maria de Fátima Mota Barbosa foi a vencedora estadual e agora nacional na categoria Produtora Rural. Graças à sua técnica inovadora de retirada de espinhas do peixe traíra, ela conseguiu ampliar a produção, garantiu a retomada do pescado no mercado e gerou renda para mulheres da região. Atualmente, a traíra desfiada gera renda para 30 mulheres das cidades de Camalaú, Sumé e Congo, no Cariri paraibano, e ainda contribui para a melhoria nutricional da alimentação familiar. O mercado do pescado ainda vem sendo ampliado, com a produção artesanal com pele e escamas do peixe, gerando o aproveitamento integral.
“Estou muito honrada em carregar a bandeira das trabalhadoras rurais da Paraíba e mostrar ao resto do país o nosso trabalho. Fiquei muito emocionada com a medalha de ouro e quero continuar contribuindo para o empreendedorismo da região”, afirmou Maria de Fátima.

Thais Araujo Microempreendedora Individual 2

Já Thaís Fernandes de Araújo, primeira colocada estadual na categoria Microempreendedora Individual, ganhou a medalha prata (segunda colocação) na premiação nacional. Proprietária da Presentes Especiais, a empresária começou a produção de presentes personalizados em 2005, quando tinha apenas 15 anos. Para concretizar o sonho de ter o próprio negócio, Thaís buscou parcerias com artesãos paraibanos e passou a fabricar produtos customizados para os seus clientes. Em 2008, lançou o e-commerce da loja e, em 2010, formalizou-se como MEI, iniciando parcerias com instituições como o Sebrae.
Para Thaís, o prêmio é mais um reconhecimento do seu trabalho. “Estou muito feliz, este é um novo momento em minha vida e sei que estou preparada para mudar de categoria e me tornar uma micro empresária. Quero continuar empreendendo e ampliando minha empresa”, disse Thaís Araújo.
Estadualmente, as empresárias premadas receberam troféu, certificado e um selo de reconhecimento, além de um curso oferecido pelo Sebrae e 16 horas técnicas de consultoria. Nacionalmente, eles ganharão uma viagem de negócios internacional.
Fonte:Assessoria

Empreendedorismo