Cultura

Projeto Leitura Livre inicia campanha para doação de livros

Atualizado em: 22/04/2015

Foto 01

Adesão da população superou as expectativas dos organizadores do projeto

Lançado no dia 4 de abril, em João Pessoa, o Projeto Leitura Livre, promovido pela Porta do Sol – Projetos Culturais, com apoio do Ministério da Cultura, entra agora na etapa de arrecadação de novas publicações. A aceitação do público com a ação, que tem como principal objetivo incentivar o hábito da leitura, fez com que o estoque de livros disponibilizados na estante localizada no Tambiá Shopping, em João, acabasse antes do tempo previsto.

Segundo a coordenadora da Porta do Sol, Valeska Asfora, a demonstração do quanto o projeto encantou as pessoas pode ser visto no dia do lançamento da estante: “No dia do lançamento disponibilizamos na estante cerca de 100 livros, e em menos de três horas tínhamos menos devinte exemplares disponíveis. E ainda tivemos pessoas doando livros neste mesmo dia, porém, antes do fechamento do shopping a estante já estava vazia”.

A aquisição de livros para o Projeto Leitura Livre acontece através de doação, e isso pode ser feito através de pessoas comuns, mas também, de empresas, escolas, editoras de livros, ou qualquer empresa, pública ou privada, que tenham exemplares em bom estado de conservação. “Diversas pessoas já fizeram as suas doações, mas estando uma busca pelos livros da estante do Shopping Tambiá muito grande, por isso vamos intensificar a campanha de doação de livros com a criação de pontos de coleta”, explicou um dos diretores da Porta do Sol, André Aguiar.

Os interessados em participar do projeto poderão entrar em contato com a Porta do Sol através do e-mail ongportadosol@gmail.com, e poderão saber mais informações sobre ação. São aceitos livros de diversos temas, gêneros variados e escritos para todas as faixas etárias, porém, não são aceitas doações de livros didátidos e técnicos. O contato também pode ser feito pela página da associação do Facebook: Porta do Sol – Projetos Culturais.

Como tudo começou

Atentos as questões culturais da cidade, e com isso o acesso das pessoas ao mundo da leitura, a assistente social Valeska Asfora, e o escritor André Aguiar, pensaram na possibilidade de proporcionar um acesso livre aos livros, em locais públicos e gratuitamente.

“Imaginamos como seria instalar estantes pela cidade repleta de livros, e que lá as pessoas tivessem a oportunidade de escolher o que gostaria de ler, levar para casa, ou até mesmo repassar para uma pessoa. Assim nasceu a ideia do ‘Leitura Livre’”, explicou André Aguiar.

O projeto foi selecionado no “Prêmio Leitura para Todos” desenvolvido pela Fundação Biblioteca Nacional, Plano Nacional do Livro e Leitura e Ministério da Cultura, e logo conseguiu a apoio do Shopping Tambiá, local da primeira estante instalada.

“Estamos com planos de instalar novas estantes, e fazer com que esse projeto funcione por muito tempo. Em apenas um mês conseguimos colocar para o público, livros de diversos gêneros, de autores nacionais e estrangeiros, e para várias idades. Tivemos a oportunidade de ver pessoas vibrando ao encontrar um determinado livro, e outras encantadas por saber que poderiam participar da ação doando algum exemplar”, falou entusiasmada Valeska Asfora.

Porta do Sol – Projetos Culturais

A Porta do Sol-Projetos Culturais, criada em 2010, retomou suas atividades, com uma nova coordenação. Iniciou suas atividades em 2012, com foco nas atividades culturais em torno da educação, sendo um trabalho feito principalmente através da arte, leitura, literatura e música.

Em 2013 realizou oficinas de educação através da arte, organizou e executou o projeto “Caravana Cultural Brincantes sem Fronteiras”, reunindo grupos de brincantes e resgatando esta cultura, percorrendo diversas cidades do interior paraibano com espetáculos e oficinas, projeto incentivado pelo Fundo de Incentivo a Cultura – FIC da Secretaria de Cultura/Governo do Estado da Paraíba.

No mesmo ano, deu início ao “Projeto Varal de Leituras”, uma experiência que pretende incentivar a leitura para crianças moradoras de comunidades.

No ano de 2014 a organização foi uma das contempladas para compor a rede de Pontos de Cultura do município, através de convênio Ministério da Cultura e Fundação Cultural de João Pessoa, dando início as atividades do Ponto de Cultura Porto do Capim, na Comunidade de mesmo nome, localizada no centro de João Pessoa.

Foto 04

Fonte: Assessoria de Imprensa

Cultura