Cotidiano

Riscos de ficar grávida que você corre usando pílula, DIU e outros 15 métodos

Atualizado em: 23/06/2015

melhores-metodos-contraceptivos-1

Existe uma infinidade de métodos contraceptivos disponível no mercado e você, junto com seu médico, pode optar pelo melhor para você. Mas, antes de decidir, é importante saber quais são os anticoncepcionais mais seguros e os menos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) possui uma lista de todos os tipos existentes com a indicação certinha da eficácia de cada um. Confira o ranking e saiba quais são os que oferecem maiores chances de você engravidar.

 

Engravidar usando anticoncepcional: quais oferecem mais risco?

A lista elaborada pela OMS avalia a eficiência de cada método contraceptivo durante o chamado “uso típico”, que é a aplicação feita da maneira que a maioria das pessoas costuma fazer e não da maneira considerada perfeita. Por isso, a eficiência descrita a seguir é diferente da frequentemente divulgada por produtores de métodos anticoncepcionais e parte da literatura médica.

Acompanhe abaixo a sequência: os primeiros são os mais seguros, e os últimos oferecem maiores riscos de engravidar.

Implante subdérmico

Mulheres que usam esse método têm 0,05% de chances de engravidar. Trata-se de um bastão de aproximadamente 4 cm que, implantado sob a pele, libera hormônios gradualmente.

Vasectomia

Com 0,1% de chances de engravidar, a esterilização do homem é feita em centro cirúrgico e pode ser revertida futuramente.

DIU Mirena

Esse tipo de implante uterino libera hormônios e expõe a mulher a 0,2% de chances de engravidar.

Laqueadura

As chances de engravidar depois da ligação das trompas uterinas é de 0,5%.

DIU de cobre

O Dispositivo Intra Uterino ParaGard  apresenta 0,8% de chances de fecundação.

Injeção de progestágeno e estrógeno

O método oferece 3% de chances de engravidar.

Injeção de acetato de medroxiprogesterona

Esse outro tipo de anticoncepcional aplicável tem 3% de chances de engravidar.

Pílula anticoncepcional combinada

O método mais popular de contracepção está em oitavo lugar, oferecendo 8% de chances de engravidar.

Adesivo anticoncepcional

Também utilizando 2 tipos de hormônio combinados, a possibilidade de fecundação é de 8% com os patchs.

Anel vaginal

O aro flexível inserido no fundo do canal vaginal tem 8% de risco de fecundação.

Camisinha masculina

Fácil de rasgar e furar, a camisinha apresenta 15% de chances de engravidar. Vale lembrar que ela é um dos métodos mais eficazes para evitar as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).

Diafragma

O diafragma é uma espécie de anel envolvido por uma borracha fina que, colocado no colo do útero, impede a passagem dos espermatozoides. A mulher que usa tem  16% de chances da engravidar.

Camisinha feminina

É de 21% as chances de engravidar usando esse artifício. É possível que seja o mau uso o responsável pela alta taxa.

Tabelinha

Calcular quais serão os dias férteis e abster-se do sexo durante esse tempo oferece 25% de chances de engravidar. Vale lembrar que o período fértil da mulher pode sofrer influências de outros fenômenos corporais, como uma febre, por exemplo.

Coito interrompido

Retirar o pênis do canal vaginal antes da ejaculação tem risco de 27% de fecundação.

Espermicidas

O gel expõe a mulher a um risco de 29% de engravidar.

Esponja vaginal

Há 32% de chances de engravidar no caso de mulheres que já tiveram filhos e 16% de chances de engravidar no caso de mulheres que ainda não tem filhos.

Mais conhecido nos Estados Unidos, a esponja atua de duas maneiras: ela possui espermicida, que mata essas células, e ainda recobre a entrada do útero, impedindo que os espermatozoides entrem.

Nenhum método

Caso você não use nenhum método anticoncepcional, suas chances de engravidar são de 85%.

Fonte: Bolsa de Mulher com World Health Organization. Medical elegibility criteria for contraceptive use, fourth edition. 2010.

Cotidiano