Cotidiano

Olhos vermelhos depois da piscina? Não é cloro, é XIXI

Atualizado em: 16/06/2015

olhos-irritados-depois-da-piscina-1_0

Passar a tarde à beira da piscina e, entre um mergulho e outro, enxugar o xixi dos seus olhos. Infelizmente, você leu certo. É a urina, entre outras secreções humanas, que deixa seus olhos irritados enquanto você nada.

A informação é do Centers for Disease Control and Prevention, uma agência governamental norte-americana que busca identificar potenciais criadouros de doenças e tomar atitudes para neutralizá-los. Mas, de acordo com seus porta-vozes, o objetivo não é proibir os mergulhos e braçadas, mas garantir que a natação continue sendo uma atividade prazerosa, principalmente nos dias quentes de verão.

Por que os olhos ficam irritados depois da piscina?

Ao contrário do que muitos pensam, não é o cloro o responsável pela ardência nos olhos. Esse elemento químico age, na verdade, eliminando todos os germes presentes na água. Mas para que ele faça esse efeito benéfico, é preciso que aconteça uma reação química. A neutralização do xixi resulta em substâncias irritantes que geram vermelhidão ocular.

A urina não é a única secreção corporal que pode gerar esse efeito, micro-organismos do suor e das fezes também podem causar os mesmos sintomas. Isso não significa que a pessoa precise defecar na piscina, mas apenas ter restos de cocô em seu corpo.  E graças a esses maus hábitos, existe agora um novo germe, chamado Cryptosporidium, que pode causar doenças e é imune ao cloro. Veja a seguir quais são as formas de evitá-lo.

Fonte: Da Redação com Bolsa de Mulher

Cotidiano