Cotidiano

O que é normal a criança falar em cada idade: dos 4 meses aos 3 anos

Atualizado em: 29/06/2015

o-que-meu-filho-deve-falar-em-cada-idade-capa

A expectativa pela primeira palavra da criança é muito grande. Durante este processo, muitas dúvidas surgem: “meu filho está atrasado para falar?” e “meu filho fala errado. É normal?” são apenas algumas das dúvidas mais comuns. Segundo a fonoaudióloga Adriana Saad, especialista em distúrbios da comunicação, cada criança tem um tempo de desenvolvimento. No entanto, algumas respostas são esperadas de cada idade.

“Se a criança não está dentro do padrão esperado é importante que os cuidadores procurem um fonoaudiólogo”, recomenda a especialista. Além de ser indício de problemas de audição, os erros constantes e sem evolução também podem prejudicar o desenvolvimento escolar da criança, pois ela automatiza o jeito errado de falar e o transfere para a escrita, explica Adriana.

 A seguir, confira como cada fase reage aos estímulos e o que uma criança deve falar em cada idade.

O que meu filho já deveria falar?

Entre 4 e 6 meses o bebê já começa a emitir sons guturais como “grrrr” ou “errrr”.

Dos 6 aos 8 meses alguns sons começam a ser balbuciados. Os mais comuns são “gugu”, “dada”, “baba”. Nesta fase também é possível perceber que eles começam a imitar a entoação da voz dos seus cuidadores.

Perto do primeiro aninho a criança já consegue falar palavras simples do seu cotidiano, como água, papa, mamãe, papai.

Com um ano e oito meses a criança já é capaz de falar mais de 50 palavras e conhece exatamente o seu significado. É natural que eles fiquem mais falante a partir de agora.

Entre os 2 e 3 anos elas já têm um vocabulário de mais de 300 palavras e conseguem formar frases completas. Segundo Adriana, nesta faixa etária já devemos entender tudo o que a criança diz, mesmo que de forma errada.

Fonte: Bolsa de Mulher

Cotidiano