Cotidiano

Engravidar depois dos 35 pode ser mais difícil e arriscado

Atualizado em: 06/06/2015

gravidez-depois-35-anos

A inserção da mulher no mercado de trabalho formal trouxe uma série de mudanças comportamentais. Uma delas é o atraso da gravidez. Hoje, mulheres estão engravidando cada vez mais tarde. A escolha, no entanto, requer alguns cuidados.

Segundo levantamento do Ministério da Saúde, atualmente 30,2% das mulheres esperam os 30 anos para engravidarem. Em 2000, o número era equivalente a 22,5%. Para o ginecologista Pedro Montelone, da clínica de reprodução humana Montelone, um dos principais motivos da mudança é a inserção da mulher no mercado de trabalho formal e a ascensão profissional. “Nós percebemos muito essa característica nos consultórios e a medicina avançada contribuiu para isso”, conta.

Embora seja possível ter uma saudável gravidez depois dos 35 anos, o processo envolve alguns cuidados.

Posso engravidar depois dos 35?

Segundo o ginecologista, é a partir dos 35 anos que a função reprodutiva da mulher começa a diminuir. “Quando uma mulher de quarenta anos ovula, está ovulando uma célula também de quarenta anos. O impacto dos anos na capacidade reprodutiva é  marcante, tanto por fenômenos fisiológicos como pelo acúmulo de fatores adquiridos, como inflamações,  infecções, endométrio, entre outros”, explica o especialista.

No entanto, hábitos de vida saudáveis podem tornar o processo perfeitamente possível. “As mudanças nos hábitos de vida, com uma alimentação mais balanceada, atividades físicas regulares e com o combate ao fumo e estresse têm contribuído de forma positiva para anular, parcialmente, o impacto do tempo.”, diz o ginecologista.

Além das mudanças na rotina, também é possível congelar os óvulos. O processo é simples e consiste em retirar os óvulos de mulheres jovens que desejam engravidar mais tarde. Eles são congelados e, depois de alguns anos, fecundado conforme a vontade da paciente.

Fonte: Da Redação com Bolsa de Mulher

Cotidiano