Cotidiano

Divórcio causa mais danos aos casais jovens, diz pesquisa

Atualizado em: 11/05/2015

2206124-0907-rec

É raro hoje quem não conheça alguém próximo que tenha se divorciado. E em todas as faixas etárias. Pois uma pesquisa realizada pela Universidade do Estado de Michigan, nos Estados Unidos, aponta que finalizar uma relação é mais problemática para casais jovens do que para os que se separam mais velhos.

O estudo revelou que a separação abala a saúde e, quanto mais jovem o casal, mais afetado é. “Esperávamos que fosse menos estressante aos jovens já que é mais comum hoje em dia”, disse o médico Hui Liu ao jornal Daily Mail. Mil e duzentas pessoas, com idades entre 25 e 83 anos, foram acompanhadas, por meio de entrevistas, durante 15 anos, e tiveram que classificar o estado de saúde, de pobre à excelente, dados que foram comparados ao estado civil.

Os que demonstraram piores condições de saúde foram os participantes entre 35 e 41 anos. A pesquisa, publicada pelo jornal Social Science & Medicine, também identificou que pessoas de diferentes gerações encaram o divórcio de maneira diferente.

Os nascidos na década de 1950, por exemplo, não encaram a situação tão bem quanto os nascidos dez anos antes. Segundo o pesquisador, uma das causas prováveis para o fato é que a pressão pela manutenção do casamento foi maior em décadas passadas e que muitos cônjuges passaram anos convivendo com relações infelizes. Para eles, o divórcio significou grande alívio e por isso lidam melhor com a questão.

 

Fonte: Da Redação com Terra

Cotidiano