Cotidiano

Alisei o cabelo e ele está caindo. E agora?

Atualizado em: 19/06/2015

queda-de-cabelo-depois-da-progressiva-3_1

A queda de cabelo depois da escova progressiva é mais comum do que deveria. Mas, afinal, por que isso acontece e como fazer parar? Perguntamos a dermatologista Natália Cymrot e desvendamos o mistério para você.

Queda de cabelo depois da progressiva

Antes de tudo é preciso diferenciar queda de cabelo e quebra de cabelo. A queda de cabelo acontece quando o fio se solta do couro cabeludo e sai ainda coma a raiz. A qu

ebra ocorre quando o fio se parte em qualquer lugar do seu comprimento.

A dermatologista Natalia explica que a escova progressiva pode tanto irritar o couro cabeludo, aumentando a chance de queda dos cabelos, como causar a quebra do fio, que muitas vezes as pessoas acham que é queda de cabelo. A quebra é causada pelo chamado corte químico, que ocorre quando o fio não resiste aos produtos aplicados.

Como evitar

Alguns cuidados mantêm a integridade do fio de cabelo ou pelo menos reduzem a perda de massa que ocorre com os procedimentos químicos. Um deles é o tratamento reconstrutor. Feito em salão de cabeleireiro, o método devolve aos fios os aminoácidos, minerais e vitaminas perdidas.  Também é importante fazer de uma a duas hidratações, em casa ou no salão, por semana.

Também é importante sempre fazer o mesmo tipo de alisamento. Mudar o tipo de química pode causar uma quebra maciça dos cabelos. “Cabelos alisados com alisantes contendo guanidina ou hidróxido de sódio não podem ser alisados com alisantes contendo produtos do tipo tióis, e vice- versa”, explica Natalia Cymrot.

Como tratar

Se os fios de cabelo já tiverem quebrado em sua maioria, o melhor é apostar em um corte mais curto e entrar em contato com o cabeleireiro que fez a escova progressiva. Se a quebra acontecer só em alguns fios, invista em tratamentos reconstrutores para dar força aos fios que ainda estão inteiros.

Fonte: Da redação com Bolsa de Mulher

Cotidiano