COPA DO MUNDO 2014

Com redenção de Júlio César e sorte, Brasil passa pelo Chile e segue vivo na Copa.

Atualizado em: 28/06/2014

julio1

penaltis2

Foi com sofrimento, foi no sufoco, foi na raça e no coração. Coração que quase parou de bater por várias vezes durante o jogo. Mas o Brasil passou pelo Chile nas cobranças de penalidades máximas. Agora é esperar o adversário que sai do jogo entre Colômbia e Uruguai.

O Brasil passou longe de jogar bem. Ao contrário, por muitas vezes a Seleção do Chile teve mais posse de bola e deixou o time de Felipão sem alternativas de sair pro jogo. Neymar não foi nem sombra daquele jogador que passeou contra Camarões pela primeira fase da Copa. O árbitro do jogo, Howard Webb, deixou de marcar um pênalti e anulou erradamente um gol de Hulk. Restou ao, outrora criticado, goleiro Júlio César fechar o gol do Brasil e ainda contar com a trave para sair do Mineirão classificado.

julio

O jogo começou como era esperado: com os chilenos em cima, marcando a saída de bola da Seleção Canarinho. Sem criação no meio de campo, o jeito era apelar pros chutões. A partida ficou feia. O Chile não dava espaço para os arranques de Neymar. Porém, numa cobrança de escanteio, David Luiz dividiu com a zaga chilena e a bola entrou, 1 a 0 pro Brasil.

O gol deu confiança aos brasileiros que começaram a acreditar mais. Mas numa bobeira de Hulk e da defesa do Brasil, Vargas roubou a bola e passou para Sanchez, que tocou no canto de Júlio César, que nada pode fazer. Com o jogo empatado, as ações em campo ficaram ainda mais centralizadas na área central do gramado.

Numa das raras enfiadas de bola entre a zagueiros do Chile, Hulk invadiu a área e foi tocado por trás. Howard Webb nada marcou. Em lance seguinte o mesmo Hulk dominou a bola no peito e finalizou, seria o segundo gol do Brasil. Porém, o árbitro não só anulou o gol, como também amarelou o jogador brasileiro.

Muita briga, muita marcação e criatividade zero. Foi assim até o fim do segundo tempo de jogo. Na prorrogação, as coisas pouco mudaram. Nem a entrada do veloz Willian alterou o estilo de jogo do Brasil que se arrastava em campo. Assim foi durante toda a prorrogação, onde no último ataque chileno, Pinilla colocou a bola na trave de Júlio César.

Vieram as cobranças de penalidades máximas. Foi a hora e a vez da redenção do goleiro brasileiro, que recebeu críticas por sua convocação, por estar atuando em uma equipe do Canadá. E ainda tinha a triste lembrança da Copa de 2010, na África, quando o arqueiro falhou em lance crucial onde a Holanda saiu vencedora e o Brasil eliminado do torneio.

Porém, terminadas as cobranças de pênaltis, com duas boas defesas de Júlio César e a sorte (que todo goleiro deve ter) de a bola, mais uma vez, beijar a trave. O Brasil sai do Mineirão com a vaga nas quartas de final da Copa. Agora é aguardar o fim do jogo  entre colombianos e uruguaios. Que venha Uruguai ou Colômbia amigos!

 

penaltis

Jogadores brasileiros choram e se abraçam no gramado. Muita emoção no Mineirão. A torcida não arreda o pé do estádio.
O Brasil vence nos pênaltis por 3 a 2 a seleção chilena. Tenho certeza que tem muita gente passando mal por esse País afora. Haja coração amigos!

penaltis1

PERAÍ GENTE! VAMOS RESPIRAR!! O QUE É QUE FOI ISSO?!?

Fonte:acritica.uol

COPA DO MUNDO 2014