Comportamento

Animais de estimação no trabalho diminui estresse e exaustão

Atualizado em: 05/07/2016

Pet-friendly

A motivação, é considerada como algo que pode nos levar a superar desafios e realizar ações. No ambiente de trabalho, com as cobranças, muitas vezes o estress vem tomar conta, e por isso, algumas organizações pensam em ações que ajudem na satisfação do colaborador. Que tal animal de estimação?  O que achas dessa ação?

Você já imaginou deixar para trás o ambiente corporativo tradicional e transformar a sua empresa em um lugar mais alegre e interativo? Caso a sua empresa tenha este intuito, muitas iniciativas podem transformar o clima no escritório. Segundo estudos, uma delas tem resultados ainda melhores: os animais no ambiente de trabalho.

Tornar o ambiente da sua empresa dog-friendly é, comprovadamente, uma decisão que acarreta benefícios. De acordo com um estudo divulgado pela Forbes, quem convive com animais de estimação no trabalho – independente se o animalzinho é da empresa, do colega ou próprio – sente menos estresse e menos exaustão.

Segundo resultados divulgados por universidades norte-americanas, os cães ajudam na liberação da oxitocina. Este hormônio auxilia o controle da produção de outros hormônios que estão diretamente relacionados ao estresse, como o cortisol e a insulina. Além disso, são responsáveis por ajudar no relaxamento e por reduzir a frequência cardíaca e a pressão arterial. Resumidamente, os animais ajudam o colaborador a relaxar no ambiente de trabalho.

Apesar da iniciativa ainda ser minoritária no Brasil, a jornalista Beatriz Petrone já trabalhou em uma empresa dog-friendly. “Durante o tempo em que trabalhei com ele, só pude ver benefícios. O principal diferencial é a alegria, ele deixa o ambiente mais leve. Ele melhorava a rotina de todos e funcionava como uma motivação para mim. Só de saber que ele estaria lá quando eu chegasse, eu me sentia mais feliz”, opina.

Os animais também são associados diretamente à ergonomia, segundo Beatriz, que afirma que os colegas faziam pausas no trabalho por causa do animal. “Na empresa em que trabalhei, havia um vira-lata resgatado da rua, então lá era mesmo a casa dele. Todos os funcionários gostavam e eram muito apegados a ele. A gente contava os minutos para dar um intervalo e poder brincar com o cãozinho”.

Google e Facebook, por exemplo, já colocam o ambiente dog-friendly à prova. Em outros casos, as corporações escolhem mensalmente um dia para que os colaboradores levem seus companheiros animais ao trabalho.

Você acha que esta possibilidade deixaria você ou o seu colaborador mais ativo no trabalho? Faça o teste. Afinal, profissionais menos estressados e mais felizes com o ambiente de trabalho produzem muito mais e trabalham com mais vontade e afinco.

Fonte: Jeito Certo.

Comportamento