Dani Rabelo

Dani Rabelo

Jornalista do WSCOM Online, sócia e editora-chefe do Portal Mulher de Fato, cantora nas horas vagas, tagarela, observadora, carioca da gema e pessoense de coração.

Sapatilha é estar descalço estando calçado

dani_novo21

Impossível escutar a palavra ‘sapatilha’ e não remeter a imagem das clássicas bailarinas. Realmente, o calçado veio para as vitrines das sapatarias inspirado no sapato usado pelas bailarinas, e a sua primeira versão adaptada foi da marca francesa Repetto, em 1947.

A popularização do calçado teve a ajuda das celebridades do Cinema internacional. Bailarina clássica por 12 anos, Brigitte Bardot encomendou a Repetto uma sapatilha que pudesse ser usada em qualquer lugar, não apenas nos palcos, e o modelo lançado em 1956 foi chamado de Cendrillon. Você pode conferir o pisante no filme ‘E Deus criou a Mulher’.

Outra bela que mostrou a elegância de uma sapatilha foi a atriz Audrey Hepburn, que sempre usava o calçado com suas roupas, ao melhor estilo ladylike. Na lista de filmes que o modelo aparece estão ‘A Princesa e o Plebeu’ e ‘Sabrina e Cinderela em Paris’. Em uma das combinações mais inusitadas da época, Audrey usou sapatilhas com um vestido de gala.

Após alguns anos em baixa, as sapatilhas voltaram com força total no século XXI, e particularmente, sou apaixonada por esse modelo de sapato. Lindo, confortável e elegante, combina com vários estilos e ocasiões.

Inclusive, uma marca de sapatos nacional se reinventou apostando nesse tipo de modelo. Quem não lembra da velha sapatilha Moleca da vovó? A minha tinha a clássica preta, mas tinham as ‘senhorinhas’ que preferiam no tom marrom ou azul marinho. De tecido e elástico, ela não conquistava o público jovem, mas era a salvação para os pés mais experientes.

Após a reformulação da marca, que antes era uma linha da Azzaléia (lembram dela?) e hoje é um segmento da empresa Beira Rio, a Moleca ganhou modelos mais modernos, porém foram mantidos o conforto e ‘em parte’ o preço acessível. A marca segue as tendências da moda, e sempre tem um novo modelo da praça, além de apresentar outras opções, como sandálias, peep toes e botas.

A mudança atraiu principalmente o público jovem, mas também as pessoas que precisam de calçados mais ‘sérios’ e confortáveis. Para quem nunca ‘deu ousadia’ para os calçados da Moleca, vale dar uma olhada nas sapatarias e nos sites. Olhar não custa nada e experimentar também não! ;D

Os clássicos da moleca – Ainda continuam sendo fabricadas, mas também é possível encontrar uma versão ‘mais moderninha”

Modelos mais sérios – Podem ser usados tranquilamente no trabalho.

Modelo da coleção outono/inverno 2012 – Brilho, bichos, flores, bolinhas e cores. Além da sapatilha, chega com força o modelo slipper.

Mais postagens de Dani Rabelo