Denise Lemos

Denise Lemos

Diretora Executiva do Portal Mulher de Fato, CEO Up Branding Marketing Digital, CEO Startup 28Dias.

O desafio de atender bem uma mulher

thais_cabral234x1321

Mulher é exigente, detalhista e gosta de ser bem tratada. Muitos podem até dizer “mas quem não é assim?”. Tudo bem, muitos homens também podem ser, mas a mulher é detalhista por natureza, observa cada detalhe no produto, no atendimento e no preço. Então se um desses itens não satisfaz a mulher, ela geralmente fala com suas amigas, seus parentes e até com os seus colegas de trabalho.

Segundo uma pesquisa do instituto Shophia Mind, no Brasil, depois de um mau atendimento em uma loja, 41% das consumidoras não voltam mais ao estabelecimento e 23% afirmam não só deixar de comprar, mesmo se os preços forem baixos, mas também falar mal do estabelecimento a outras pessoas.

Esse “falar mal” ganhou uma nova dimensão com as redes sociais, que vêm sendo usadas pelo público feminino para buscarem comentários de produtos e serviços antes de efetuarem uma compra. Segundo um estudo da mesma empresa e publicado na Revista Proxxima, 93% das mulheres levam em consideração os comentários postados por outras pessoas quando vai adquirir um produto ou serviço.

Diante desses números, cresce a responsabilidade das empresas nos quesitos atendimento, qualidade do produto e preço. Manter esses itens em um nível satisfatório continua sendo um desafio. Além disso, é importante para as empresas acompanharem os comentários que estão sendo postados nas redes sociais por suas clientes. Ter esse acompanhamento permite que a empresa consiga avaliar o nível de satisfação do seu público e oferecer feedbacks em situações positivas ou negativas, afinal, toda cliente merece atenção até mesmo quando não está realizando compras.

Para quem tem interesse em acompanhar o público feminino nas redes sociais, a Revista Proxxima, edição novembro/2011, publicou a pesquisa da Sophia Mind sobre a influência das redes sociais no consumo feminino. Confira abaixo os principais destaques:

Mais postagens de Denise Lemos