Linda Susan

Linda Susan

Graduada em Nutrição e mestrado em Ciências dos Alimentos pela Universidade Federal da Paraíba. É consultora do PAS/Mesa. Atualmente é professora da Escola de Nutrição da UFBA.

Bacalhau, a Páscoa e o Concílio de Trento.

foto1

Segundo Fernanda de Camargo Moro, o bacalhau tem relação com o Concílio de Trento (

reunião da Igreja Católica ). Neste concílio, realizado de 1545 a 1563, foi o 19º concílio, e é

considerado um dos três Concílios fundamentais na Igreja Católica, decidiu-se além de outras

decisões, que seria proibido comer carne na semana santa. La República Serreníssima-Veneza,

cidade mercantilista neste período, em sabendo disto, seus Dodges, orientaram seus

comerciantes a armazenarem peixe da forma como os Vikings o faziam ( stockfish = bastão de

peixe). Este processo de conservação, usa a salga e desidratação para conservar o peixe e

assim poder estocá-lo. Então, no período da Semana Santa, Veneza tinha bacalhau suficiente

para abastecer o mercado e assim se tornar mais rica.

Atualmente utilizam-se cinco tipos de peixe para produção de bacalhau, utilizando-se o

processo de salga e desidratação, são eles: Cod fish ( Gadhus morhua; Saithe ( Pollachium

Virens ) ; Ling ( Molva molva); Zarbo ( Brosmius brosme); Cobia ( Rachycentrum canadum). Por

isso que popularmente se pergunta, você já viu cabeça de bacalhau? Durante o processo a

cabeça é descartada.

foto1

Jesus ressuscitou! Ele vive e é o único caminho a verdade e a vida! Ninguém vai ao Pai senão

por Ele.Feliz Páscoa!

Além do chocolate, o alimento mais associado à Páscoa é o peixe. No Brasil e em Portugal, a

tradição de comer bacalhau nesse feriado religioso é quase incontestável.

Os comerciantes portugueses já incentivavam o consumo desse peixe desde a Idade Média,

quando, sob a influência da religiosidade, carne era vetada nos dias de jejum.

A tradição persistiu e hoje o bacalhau continua presente nas mesas durante a Páscoa. Além de

saboroso, é um alimento que apresenta diversos benefícios à saúde, é fonte de proteínas

ajudam na constituição de tecidos e músculos. Ele é um peixe também rico em fontes minerais

como o zinco, que tem um efeito anti-oxidante, ajudando na memória.

Bacalhau é muito salgado e pode ser prejudicial à saúde, devido à alta quantidade de sódio,

por isso a dessalga com água gelada deve ser bem feita, trocando-se várias vezes a água. Além

de dessalgar hidrata o bacalhau.

Como acompanhamento para o bacalhau, legumes e verduras diversos, além de batata ao

murro, que é consumida com a casca. As fibras contidas nos legumes e verduras ajudam na

redução da glicemia pós-prandial e nas dislipidemias.

É importante tomar cuidado nas proporções de azeite. É uma gordura saudável, mas muito

calórica.

Referência bibliográfica

MORO F.C. Veneza: o encontro do Oriente com o Ocidente

350 páginas.

Mais postagens de Linda Susan