Ciência e Tecnologia

Renner foi, em 2015, a primeira empresa brasileira a usar o Google Cardboard. E a tecnologia ainda continua sendo novidade

Atualizado em: 06/03/2017

Renner foi, em 2015, a primeira empresa brasileira a usar o Google Cardboard. E a tecnologia ainda continua sendo novidade

A Renner utilizou os óculos de realidade virtual do Google, dispositivo de papelão de baixo custo e portátil, durante o evento de lançamento da sua coleção 2015. O produto inovou ao apresentar as tendências da marca e serviu para inspirar outras empresas a respeito do poder da tecnologia.

Metas – Inovar ao divulgar o Preview Outono-Inverno Renner 2015
Metodologia – Utilizar o Google Cardboard para levar uma experiência de realidade virtual de maneira simples e divertida

– Divulgar vídeos no YouTube e postagens nas redes sociais da marca

Resultados – Ampla divulgação na mídia nos setores de moda, tecnologia e negócios sobre o uso do Cardboard e do Preview

Um pedaço de papelão dobrável, duas lentes, um microchip, um ímã, um elástico e duas fitas de velcro. Isso é o Google Cardboard, apostou da Renner no Preview Outono-Inverno 2015, evento de lançamento da coleção realizado em janeiro. A varejista foi a primeira empresa a utilizar a tecnologia que transforma o smartphone em um óculos básico para realidade virtual no Brasil.

Acreditamos no uso da tecnologia para promover a evolução da relação das marcas com as pessoas. O Cardboard é uma iniciativa que materializa esta crença e só foi possível pela visão inovadora da Lojas Renner e pela parceria com o Google – Roberto Sirotsky, Sócio Diretor da 3YZ.

Enquanto as peças de roupas estavam expostas nos ambientes especialmente preparados para o Preview, as tendências que inspiraram a nova coleção também podiam ser conferidas através do Google Cardboard. Um botão na lateral do óculos permitia a interação, selecionando a música que estava sendo tocada, por exemplo. “Acreditamos no uso da tecnologia para promover a evolução da relação das marcas com as pessoas. O Cardboard é uma iniciativa que materializa esta crença e só foi possível pela visão inovadora da Lojas Renner e pela parceria com o Google”, afirma Roberto Sirotsky, Sócio Diretor da 3YZ. Confira a seguir o filme que demonstra a experiência.

 


“Com o Cardboard, nossos convidados puderam descobrir músicas, cores, padrões e imagens que inspiraram as mentes criativas por trás da nova coleção, como se estivessem lado a lado com a nossa equipe de estilo”, explica Luciane Franciscone, gerente geral de marketing da Renner.
Maíra Ramos, executiva de contas para o segmento de moda do Google, comenta que a Renner é uma empresa que já inovou no lançamento das suas coleções, ao lembrar que a marca utilizou o Google Glass no evento do ano passado. “A novidade é relevante porque nesses encontros temos os fashionistas e a imprensa especializada em moda, que é um público que precisa ser impactado com algo diferenciado,” define a executiva.
“Apresentamos uma experiência inédita de engajamento com o moodboard, o painel de referências tão comum no mundo da moda. Para nós, a importância do projeto vai além do uso inédito do Cardboard no Brasil: é mais do que a tecnologia pela tecnologia, é o que ela proporciona”, complementa Natália Duarte, gerente de projeto do The ZOO no Google em São Paulo.
Os conteúdos produzidos durante o Preview foram utilizados pela marca em suas redes sociais, no blog e no YouTube. Já para o Google, este projeto serviu para provocar e inspirar outras empresas brasileiras sobre o poder da tecnologia. “O mundo digital traz maneiras inovadoras para impactar os consumidores. É muito importante as marcas acompanharem essa evolução”, complementa Maíra.

Realidade virtual acessível

O produto lançado durante a conferência anual para desenvolvedores Google I/O, em junho do ano passado, pode ser montado em casa, sem precisar do seu kit oficial. Para montar, basta fazer algumas dobraduras em uma folha de papelão e inserir peças como elásticos e um ímã para fazer o seu gadget caseiro. Com a caixa pronta, basta inserir o celular em uma abertura. O Google tem um tutorial de montagem e também disponibiliza o produto para venda no site do projeto.
“Com esta iniciativa, queremos mostrar como os limites entre off-line e on-line estão cada vez menores, assim como o virtual se torna uma parte intrínseca da nossa realidade,” finaliza Maria Fernanda Cerávolo, diretora criativa do The ZOO para o Google América Latina.
Para usar o aplicativo original do Google para o Cardboard, é necessário baixar o app oficial disponível na Play Store. Através do menu inicial, é possível acessar os aplicativos já instalados: Google Earth, Exhibit, Photo Sphere, Street View, Tour Guide e YouTube.
O Cardboard funciona com a versão 4.2 (Jelly Bean) ou superior nos smartphones Android com suporte a NFC. A tecnologia Near Field Communication permite a troca de informações entre dispositivos sem a necessidade de cabos ou fios, sendo necessária apenas uma aproximação física. Os aparelhos Moto X, Nexus 4, Nexus 5, Galaxy S4, Galaxy S5 e Galaxy Nexus são totalmente compatíveis. Os aparelhos Moto G, HTC One e Galaxy S3 são parcialmente compatíveis, o que significa que nem todas as funções devem funcionar.


Fonte: think with google

Ciência e Tecnologia