Bem Estar

Torcicolo: o que causa essa incômoda dor no pescoço?

Atualizado em: 08/11/2017

torcicolo

Quem nunca teve um torciolo assim do nada, você está bem tranquila, quando derrepente uma dor sem motivos acompanhada de uma dificuldade de se movimentar… Leia a matéria e entenda um pouco das causas e de como amenizar seus efeitos.

 

 

 

O que é Torcicolo?

O torcicolo é uma situação pouco comum, onde a cabeça fica torta para o lado e o queixo para o outro, devido à contração dos músculos do pescoço. Ele pode acontecer em todas as idades, mas é mais comum em bebês e pessoas de meia idade, principalmente no sexo feminino.

CAUSAS

Ele pode acontecer por causa da postura incorreta em determinadas situações como: dormir, se sentar, correr e até mesmo na hora de praticar exercícios físicos.

Fatores psicológicos também interferem no torcicolo, como a ansiedade e o stress, que alteram não só os hormônios e o metabolismo, como alteram a contração muscular, enrijecendo e sobrecarregando os músculos.
TIPOS DE TORCICOLO

1. Torcicolo congênito

No período da gravidez, acontece uma fibrose congênita em apenas um lado do músculo esternocleidomastoideo (da lateral do pescoço), o que pode causar um encurtamento de suas respectivas fibras durante o momento do nascimento, consequentemente causando um edema muscular. Além disso, o líquido acumulado pode determinar se a pessoa terá um torcicolo permanente ou temporário.

2. Torcicolo dermatogênico

Se a pessoa tiver uma lesão na pele do pescoço, ela pode ser encurtada, causando limitações nos movimentos. Isto normalmente acontece devido à queimaduras ou cicatrizes cutâneas.

3. Torcicolo espástico

Esta rigidez causada por aumento de massa muscular, por sobrecarga física, fatores emocionais ou movimentos bruscos é a mais comum, causando espasmos.

4. Torcicolo labiríntico

Este torcicolo é caracterizado por uma disfunção no labirinto (localizado no ouvido), sendo responsável pelo equilíbrio, o que causa uma rotação da cabeça, para tentar compensar o desequilíbrio corporal.

5. Torcicolo neurogênico

Acontece devido a traumas ou acidentes neurológicos, como traumatismo craniano ou Acidente Vascular Cerebral.

6. Torcicolo ocular

Acontece devido à paralisia dos músculos extraoculares (que controlam o movimento dos olhos), estando associados à inclinação e rotação da cabeça;

reposicao-hormonal

7. Torcicolo reumatológico

Tem como causa doenças reumatológicas, ou seja, doenças que afetam tecidos conjuntivos (articulações, músculos, ossos, ligamentos e tendões).

Sintomas do torcicolo

  • dor muscular;
  • dor no pescoço;
  • dor nas costas;
  • deformação física;
  • espasmos musculares;
  • dor de cabeça;
  • rigidez no pescoço;
  • inchaço;
  • limitação nos movimentos da cabeça;
  • elevação do ombro do lado da torção.

TRATAMENTOS

torcicolo 1

Faça uma massagem suave

Uma das melhores maneiras de diminuir a intensidade da dor no pescoço é massagear bem os músculos mais enrijecidos. Ter alguém para fazer esta massagem por ser ainda mais eficar para diminuir a tensão. Além disso, o uso de compressas quentes ou frias pode proporcionar um alívio mais rápido.

O uso de compressa fria é ótimo após quedas, pancadas fortes ou lesões articulares, sendo recomendada nas primeiras 48 horas após o ocorrido, de acordo com o Dr. Francisco Collet.

“Geralmente tais traumas podem romper alguns vasos, deixando vazar sangue (formando hematomas que causam vermelhidão) ou linfa (formando edemas que causam inchaço). Quando esses vasos se deparam com a temperatura fria da compressa, sofrem espasmos, contraem e diminuem o fluxo dos respectivos fluídos. Com isso, o local lesionado não sofrerá acúmulo de líquido.”

Alongue-se

torcicolo
A dor relacionada ao estresse pode desaparecer mais rápido se você esticar o músculo que corre da parte inferior das costas para o topo do pescoço. Existem vários exercícios de alongamento eficazes, que são altamente recomendados por médicos e quiropráticos. Estes exercícios suaves podem ser feitos no conforto da sua casa, sem a necessidade de equipamentos específicos.

Pratique ioga

A ioga pode ajudar a aliviar a tensão, aliviar a dor muscular e reduzir o estresse. Na verdade, apenas alguns minutos de ioga podem melhorar drasticamente sua saúde geral e sua capacidade de lidar com o stress.

Tenha hábitos saudáveis

Fumar cigarros pode ser prejudicial por razões óbvias, mas além disso, ingerir muita cafeína também pode ter efeitos prejudiciais, que muitos desconhecem. Os estimulantes consumidos antes de dormir podem criar tensão excessiva no seu sistema nervoso ou musculoesquelético, resultando em uma dor de garganta relacionada ao estresse, mesmo se você estiver sempre de bom humor.

Faça exercícios

O exercício moderado tem inúmeros benefícios para a saúde, e também pode diminuir a dor no pescoço, se você fizer as atividades adequadas. Um simples jogo de quadra por exemplo, pode diminuir seus níveis de cortisol e o stress oxidativo, aliviando a dor no pescoço, costas e ombros.

Você sofre com o torcicolo? Ele te incomoda diariamente ou somente em situações de stress? Conte-nos aqui no Portal Mulher de Fato

Bem Estar