Bem Estar

Felicidade é questão de escolha

Atualizado em: 08/02/2014

200390108-001-650x350

Veja a seguir quais são os 10 mandamentos para conquistar o sucesso, amor, alegrias e outras realizações. Assim, será muito mais fácil você se sentir feliz, livre, leve e solta.

1 Oportunidades de aprendizado

A vida é feita de altos e baixos e o primeiro passo para cair na frustração é achar que felicidade é sinônimo de viver apenas bons momentos. Aceitar que problemas virão e encará-los pode fazer uma grande diferença. “Quando uma crise se apresenta, devemos nos perguntar: o que isso quer me dizer? Esse exercício de compreensão nos permitirá ativar a mente com clareza”, explica a monja Heishin, da comunidade budista Zen do Brasil.

2 Não cultive mágoas

Se sabemos tão bem que não somos perfeitas, por que agimos como se fôssemos? E pior: como se os outros também fossem. Conviver é sinônimo de concordar e discordar e, assim, é impossível passar a vida sem decepções. “Não cultive mágoas, feridas morais, fardos de culpa e de vergonha. Perdoar a si mesmo e aos outros é um poderoso instrumento de cura”, afirma a psicóloga sorocabana Norma Guidolin Lima Mariano.

3 Esteja por inteira em cada momento

Se você é daquelas que vai almoçar com as amigas, mas não desgruda do celular, cuidado! Há grandes chances de estar perdendo ótimas oportunidades de desfrutar do que está diante dos seus olhos. “Nada é tão urgente que não possa esperar 30 minutos para ser resolvido. Vive mais leve quem consegue escolher estar por inteiro nas situações do dia a dia”, avalia a neuropsicóloga Carmem Vânia de Moraes Ramires, do Instituto Papilo, em Porto Feliz.

4 Não alimente conversas negativas

Vivemos hoje uma verdadeira epidemia de notícias e conversas negativas. “O hábito de criticar de forma não construtiva, de resmungar, de olhar sob o aspecto pessimista dos fatos e relacionamentos, contamina a mente, deixando-a entristecida e rígida. É importante observar quando essa negatividade surge, cuidar da palavra dita e do que reforçamos socialmente”, aconselha a monja Heishin.

5 Reserve alguns minutos de silêncio todos os dias

A terapeuta corporal Nicole Fontes Lima atua em Sorocaba e comenta que é comum para quem quer começar a meditar o receio de ficar sentado sem conseguir esvaziar os pensamentos. “A meditação é algo muito mais simples e acessível. É experimentar o aqui-agora como a única opção”, explica. Talita Casagrande Esteves, que é professora de ioga, em Sorocaba, no Instituto Namaha, dá a dica: “Ao se silenciar, por um minuto, antes das principais atividades do dia, você tem a oportunidade de se perceber, de sentir o que o seu coração pede, ganhando mais foco e concentração”.

6 Seja flexível

A tolerância é um dos principais pilares da convivência harmônica, mas, infelizmente, temos o péssimo hábito de interpretar discordâncias como sinônimo de briga. “Diante de pontos de vista contrários, devemos considerar que nada é pessoal e que a diversidade de opiniões enriquece o olhar da realidade e as relações”, ensina a monja Heishin.

7 Não espere o que os outros não podem dar

A frustração nada mais é que uma expectativa não atendida. Assim, uma ótima forma de combatê-la é ser mais realista diante da vida. Não se trata de deixar de sonhar, pelo contrário, o sonho é combustível da vida. Uma postura inteligente é criar objetivos possíveis e viáveis, especialmente quando outra pessoa está envolvida: alguém da família, um amigo ou companheiro. “Não espere dos outros aquilo que eles não têm ou não estão prontos para dar. Isso evita mágoas e julgamentos precipitados”, alerta a psicóloga Norma

8 Coma bem

A monja Heishin dá mais uma dica: ter atitude de presença nas refeições. “Origem dos alimentos, condição para produção, cuidados naturais e artificiais, colheita, encaminhamento para o mercado, acondicionamento, comercialização, preparação, composição do prato e cores. Reconhecer e reverenciar toda essa rede permite uma alimentação mais saudável”.

9 Exercite-se

Exercícios físicos são um consenso quando se fala em qualidade de vida. “Exercite seu corpo, mas lembre-se de que ele não é uma máquina. Ele lhe dará sinais do que precisa a cada momento, você só precisa saber ouvi-lo”, recomenda Norma.

10 Dê uma chance a ioga e a acupuntura

Práticas que favorecem a interação entre corpo, mente e espírito se tornam cada vez mais populares. “A mulher moderna pode e deve devolver a seu corpo a energia que perde, vivendo sem abrir mão da saúde e da beleza física, emocional e mental”, comenta a acupunturista Fabiana Dias, da Clínica Corpo e Alma, em Sorocaba. Já a coordenadora do Estúdo Equilíbrio Yoga, Mônica Périco Bérgamo Santos, destaca que a ioga é uma filosofia de vida. “A aula é um momento para se voltar para dentro e desligar das exigências consigo mesma”.

75626997-650x350

Fonte: Bolsa de Mulher

Bem Estar