Bem Estar

Dormir mal prejudica e muito, a sua beleza. Saiba como evitar.

Atualizado em: 03/12/2014

aurora

Na teoria, dormir deveria ser a coisa mais simples da vida, mas a realidade se mostra cruel quando o assunto são as utópicas oito horas de sono. Os motivos são muitos: estress, falta de tempo ou seu seriado favorito que acabou de lançar mais um episódio.

No entanto, vale lembrar que o mítico sono da beleza é bem mais verdadeiro e necessário do que a maioria das pessoas supõe: a falta dele pode te deixar mais feia, mais velha e, acredite, até sem namorado. Veja abaixo as 5 consequências graves de não se entregar aos braços de Morfeu.

1. Não dormir bem envelhece
Não fechar os olhinhos por tempo suficiente aumenta a rapidez do processo de envelhecimento. Quem dorme menos tem mais marcas de expressão, pode desenvolver manchas na pele e ter a elasticidade da cútis drasticamente comprometida.

2. Diminui a habilidade de reabilitação da pele
Pontos escurecidos causados pelos raios UV permanecem por muito mais tempo se você não descansar direito. Além disso, você também perde a habilidade de resistir aos raios solares, o que causa danos ao DNA após os 30 anos. Um tempinho a mais com a cabeça no travesseiro dá tempo para a pele se recuperar.

3. Sua dieta não agradece
Os menos dorminhocos têm tendência a um IMC mais alto. De acordo com um estudo realizado pela University Hospitals, apenas 23% das 60 mulheres participamtes que tinham uma boa noite de sono eram obesas, comparado com 44% das que afirmaram nao dormir as horas necessárias.

4. Te faz perder cabelo
Esqueça os pozinhos de volume e coloque o pijama: o estudo prova que um padrão de sono inconsistente afeta seu sistema imunológico. Seu cabelo é extremamente sensível a qualquer distúrbio interno, e o sono ruim definitivamente é um desses.

5. Não está ajudando sua vida amorosa
Ficou claro que a falta de sono pode afetar vários aspectos da sua aparência, logo, não dormir direito te deixa menos atraente. O estudo revela que quem não dorme direito tem aspecto de pessoa doente, o que, vamos combinar, não é o objetivo de ninguém que busca um relacionamento amoroso.

Fonte:G1

Bem Estar