Bem Estar

9 passos para superar o medo e falar bem em público

Atualizado em: 03/10/2017

como-falar-bem-em-publico-730x449

Você tem medo de falar em público? Aquelas pessoas na plateia te assustam ao ponto de fazer com que a sua voz não saia? Algumas técnicas podem resolver esse probleminha. Em algum momento na vida nós passamos por essa experiência e pensando nisso, te damos 9 dicas de como superar esse medo. Leia a matéria na integra, abaixo.

 

 

9 passos para superar o medo e falar bem em público
Sentir-se confiante com o que irá falar é fundamental, e algumas dicas simples podem ajudar e muito nesta tarefa

Comunicar-se em público… O que, para algumas pessoas é simples e faz parte da rotina, pode ser, para outras, um pesadelo! Muita gente sente dificuldade em falar em público ou acha que não faz isso bem – o que pode trazer muitas preocupações e até certos prejuízos em ambientes cotidianos, como no trabalho, na escola ou faculdade.

Tiago Porto, especialista em comunicação, fundador e CEO do Instituto Versate, palestrante, consultor e líder de equipes, comenta que o “medo de falar em público”, na verdade, pode ser um dos ou a combinação dos seguintes pontos: falta de autoconfiança (crenças limitantes), não confiar que irá lembrar de tudo na hora, não confiar que dará conta de responder as perguntas, vaidade, medo da exposição, timidez, desconforto e a inibição em situações de interação pessoal, falta de controle emocional.
Para Tiago, esse medo é uma máscara que encobre o problema real e, reconhecer isto, ajuda a compreender e resolver o problema onde ele realmente está. “Podemos analisar o medo de falar em público e descobrir que, na verdade, ele é a simples manifestação de outras características pessoais, como timidez, vaidade, medo da exposição, medo do julgamento. Mas estas causas ainda poderiam ser analisadas e apontariam outra origem, a combinação de duas causas-raiz, a falta de autoconfiança e a acomodação”, diz.

“A baixa autoconfiança pode manifestar a insegurança, ansiedade e outros sintomas, fazendo com que a pessoa perceba que está com medo de falar em público. Em contrapartida, quando a autoconfiança está em um bom nível, destaca o especialista, a pessoa não tem receio, porque sabe que vai dar conta de se sair bem, seja qual for a situação, ou seja: ela confia em si e, desta maneira, não percebe o medo de falar em público.

Já a acomodação, está relacionada com o fato de a pessoa precisar fazer algo que não está habituada a fazer. “A sensação de acomodação sempre é abalada quando uma pessoa vai falar em público porque ela passa por uma mudança de estado, saindo de um estado onde está reservada, com pouca visibilidade, com tolerância ao erro e indo para um estado oposto, exposta e (teoricamente) sem permissão para errar. Esta mudança normalmente não é bem recebida pela mente, que é condicionada a buscar sempre um estado mais seguro e, consequentemente, acomodado, causando assim a percepção do medo de falar em público.”, diz o especialista.

Vale destacar que algumas pessoas não sentem, necessariamente, este medo exagerado de falar em público, mas, ainda assim, se sentem “incomodadas” com esta tarefa ou, simplesmente, desejam melhorar esta habilidade, ou seja, esperam conseguir falar bem (melhor) em público.

A boa notícia, porém, é que, em todos esses casos, algumas dicas podem fazer a diferença, ajudando a pessoa a realmente falar bem em público. Confira:

1. Invista na autoconfiança

Em primeiro lugar, destaca Tiago, é importante confiar em você e em sua mente. “Ela sempre será sua aliada e lhe dará as respostas que você precisará, você deve confiar nela. Quando uma pessoa não confia em sua mente, ela pode sabotá-lo”, comenta.

Como fazer isso?! Tente analisar a situação com clareza. Se o seu problema for mesmo o medo de falar em público, pense, inicialmente, no que tanto te incomoda (quais são exatamente seus medos); depois reflita o quanto você está preparada para falar sobre determinado assunto em público, em como milhares de pessoas fazem isso diariamente; inspire-se em pessoas que falam bem em público e acredite que você também pode fazer isso!

Mas, se por um motivo ou outro, sentir que “não está preparada”, invista na sua preparação (há muitas maneiras de se fazer isso)!

2. Treine

 

Gif: Reprodução / Giphy

Tiago comenta que, como em diversas outras áreas de conhecimento na vida, o treino leva à excelência e, neste caso, a recomendação é treinar principalmente a percepção e atenção em si.

“Quando uma pessoa está exposta, falando em público, sua mente dedica muita energia a prestar atenção no ambiente e em seu estado de raciocínio, na busca pelas respostas, exemplos, metáforas, e acaba reduzindo a atenção nos aspectos físicos, como o tom de voz que está usando, o ritmo da voz, o quanto está gesticulando, a maneira como está se movimentando no palco, etc. Treinar esta atenção em si, fará com que, no momento real, a pessoa consiga praticar esta percepção e corrigir o que perceber que é preciso, em vez de deixar o corpo em estado automático, correndo o risco de estar respirando no microfone, se movimentando de maneira engraçada, mantendo as mãos nos bolsos de maneira excessiva…”, destaca Tiago.

3. Avalie-se

 

Gif: Reprodução / Giphy

Algumas dicas simples podem fazer a diferença para quem deseja falar bem em público e/ou perder o medo de fazer isso: estude mais o conteúdo em questão, ensaie em frente ao espelho e, quem sabe, até grave este seu ensaio para que você possa avaliá-lo com calma. Reconhecer o que não está legal na fala, na postura, nos gestos ou até mesmo tentar descobrir o que causa medo é medida fundamental e fará toda a diferença!

4. Estude

 

Gif: Reprodução / Giphy

Tiago comenta que existe toda uma área de pesquisa e estudo sobre comunicação e oratória no mundo gerando conteúdo que certamente pode capacitar uma pessoa a aprimorar suas habilidades em público. “É recomendado buscar por uma formação séria e competente nesta área para se aprender técnicas de comunicação, expressão, linguagem, etiqueta, apresentação pessoal, influência, persuasão, rapport, entre outras. Um exemplo que cito é a formação Master Talk do Instituto Versate”, diz.

“Participar de uma formação com programação teórica e prática, com instrutores que possuam reconhecimento e experiência vivencial, com estrutura adequada que favoreça o ambiente lúdico e ainda com suporte pós-curso para acompanhamento, pode ajudar muito o desenvolvimento deste perfil”, acrescenta o especialista.

5. Participe de palestras, invista em você

 

Gif: Reprodução / Giphy

Nunca ache que já sabe demais ou ainda, que seu caso não tem solução. Saiba que existem pessoas capacitadas para te ajudar no objetivo de falar bem em público e acredite que, ao ouvi-las com atenção, você estará investindo em você.

Neste sentido, palestras que tenham este objetivo de estimular as capacidades de uma pessoa falar bem em público são ótimas opções… Por mais que elas sejam, naturalmente, mais superficiais e rápidas do que um curso, elas sempre oferecem “algo a mais” quando são comandadas por profissionais renomados. Então, com certeza, assisti-las não será em vão!

Há também vídeos na internet que podem ajudar, mas, procure por aqueles que mostrem pessoas capacitadas para ensinar!

6. Não se acomode

Gif: Reprodução / Giphy

Não deixa que o medo te impeça de tentar. Não desperdice oportunidades. Se você fez uma apresentação em público e não a considerou boa e/ou cometeu algum erro, parta para a próxima! Queira melhorar, mas não faça das suas falhas e dos pequenos detalhes motivos para desistir (neste caso, de falar em público). Lembre-se que, quanto mais vezes você fizer isso, mais você se sentirá segura com a tarefa!

7. Anote os pontos mais importantes

 

Gif: Reprodução / Giphy

Vai fazer uma apresentação por motivo de trabalho ou estudo e pode levar suas próprias anotações para isso?! É claro que, para falar bem em público, você não poderá ficar lendo tudo. Mas uma dica é ter um papel ou um tablet em mãos, onde possa anotar os tópicos mais importantes da apresentação.

Outra dica neste sentido é, também, se possível, usar uma apresentação de slide, que contenha os pontos mais importantes do conteúdo que você está apresentando.

Com isso, a tendência é que você se sinta muito mais tranquila – sem medo de esquecer o conteúdo – , “bata o olho” nos tópicos e já consiga desenvolver bem o assunto.

8. Se necessário, invista num tratamento

 

Gif: Reprodução / Giphy

Se o seu caso for exatamente o medo de falar em público e você reconhecer que isso te limita de diversas maneiras, não hesite em procurar um tratamento, como, por exemplo, uma terapia.

“Um tratamento é recomendado em situações onde a pessoa reconhece um alto grau de dificuldade para superar sua baixa autoconfiança. Neste caso, um dos tratamentos mais rápidos e eficazes é através da hipnose. Sessões de hipnoterapia podem garantir o apoio necessário na superação desta e de outras causas limitantes”, destaca Tiago.

9. Encare a fala como uma oportunidade

 

Gif: Reprodução / Giphy

Não tenha dúvidas do quanto vale a pena investir neste dom de falar bem em público, visto que ele pode trazer muitas oportunidades pessoais e profissionais.

“Quando pensamos em falar em público, muitas vezes projetamos um palco, plateia, microfone e afins, e imaginamos que este cenário só se aplica para artistas e celebridades, mas, nos enganamos! A habilidade de falar em público é importante para momentos mais presentes no dia a dia de uma pessoa comum, como, por exemplo: falar em uma reunião da empresa, falar em uma reunião de família, conduzir uma solução de conflito que você possa vivenciar ou presenciar. São momentos tão ricos em oportunidades pessoais e profissionais quanto outros e que certamente exigirão as mesmas habilidades, técnicas e controle emocional”, comenta Tiago.

Em relação às consequências negativas de se ter medo e/ou não conseguir falar bem em público, a principal delas, certamente, é a perda de oportunidades. “Momentos de exposição para falar em público são momentos valiosos, ricos em oportunidades, porque naturalmente uma pessoa falando em público está sendo notada, avaliada e admirada, consciente ou inconscientemente pelo seu público, sua audiência. Este cenário favorece o surgimento de oportunidades pessoais e profissionais, seja qual for o assunto ou o público. Se há um espaço para falar em público, há expectativa por parte dos espectadores e, consequentemente, abertura para oportunidades”, destaca Tiago.

Um vídeo para te ajudar no processo

No vídeo a seguir, você confere ainda algumas técnicas de oratória que ajudarão você a se sentir bem mais confiante e a falar melhor em público:

Investir na boa comunicação em público é muito importante! Falar bem em público gera oportunidades variadas e, sem dúvidas, ajuda uma pessoa a realizar suas conquistas – seja no âmbito profissional, seja no âmbito pessoal.

Fonte: Dicas de Mulher 

 

Bem Estar