A verdade por trás dos cabelos curtinhos de Gisele Bündchen na campanha da Balenciaga

Unhas perfeitas o ano todo: expert ensina como manter a manicure no inverno
30 de junho de 2014
Modelo relutante: Poppy Delevingne conquistou a moda com mix de realeza e rebeldia
1 de julho de 2014

A verdade por trás dos cabelos curtinhos de Gisele Bündchen na campanha da Balenciaga

Gisele Bündchen surpreendeu ao aparecer toda de preto em uma sala de espelhos com um corte masculino na nova campanha da Balenciaga, divulgada na última sexta-feira, 27.06. “Nós dissemos: vamos mostrar Gisele como ela nunca foi mostrada antes”, confessou Alexander Wang, diretor criativo da marca, que revelou ao Style.com todo o complicado processo para conseguir a imagem da top sem seus característicos fios longos e dourados.

Balenciaga (Foto:  )

“Tudo começou com essa ideia de transformar Gisele e captar o que era diferente nela. Nós adoramos mostrá-la realmente intransigente e essa beleza extrema saindo de dentro de um espelho. É quase como uma beleza tão poderosa que não pode ser contida. E também para encorajar as mulheres a cortarem seus cabelos e se sentirem seguras, bonitas e desejadas”, explicou o designer.

Balenciaga (Foto:  )

Como cortar o cabelo de Gisele estava fora de cogitação, a equipe da marca encontrou uma solução. “Nós contratamos um especialista em próteses, que trabalha com cinema. Passamos dois dias fazendo uma prótese de uma careca num dublê de corpo da Gisele. Aí, nós precisamos encontrar um outro dublê de corpo que precisou fazer exatamente o mesmo corte de cabelo da foto. Então, para cada foto que tíramos com Gisele, precisávamos tirar uma outra com a dublê de corpo. Depois nós fazíamos a fusão de ambas. Foi a primeira vez que trabalhei desta maneira”, confessou Wang.

Balenciaga (Foto:    )

Tem mais: Gisele precisava chegar três horas antes do horário marcado só para colocar a prótese de careca. “Nós precisávamos prender o cabelo dela bem perto da cabeça, colocar a prótese, e depois pintá-la exatamente da mesma cor da pele da Gisele. Foi basicamente deixá-la como o que você vê em sets de filmes como X-Men. Toda vez que fazíamos uma foto era meio loucura porque tínhamos que visualzar uma Gisele careca. Depois partíamos para  outra sessão com a dublê, todo o processo de fusão e, no final, ver tudo aparecer era como mágica.”

 

Fonte: Vogue

Os comentários estão encerrados.