Beleza e Moda

Vanessa Friedman deixa “Financial Times” e assume a moda no “The New York Times”

Atualizado em: 13/03/2014

vanessa-friedman-new-york-times

Após a saída de Cathy Horyn e Suzy Menkes da editoria de moda do “The New York Times”, a mídia especializada estava curiosa para saber que rumo o jornal tomaria com perdas tão significativas, levando ao pensamento de que a cobertura de moda seria reduzida pelo jornal.

A boa notícia é que uma pessoa tão competente quanto Horyn e Menkes irá assumir o posto de crítica e editora de moda: a americana Vanessa Friedman, que deixa o “Financial Times” após mais de 10 anos de trabalho. “Essa é uma oportunidade de repensar como a área de estilo do jornal cobre a moda. O ‘NYT’ é um jornal incrível. Eu sou nova-iorquina, então é o jornal que eu recebia em casa”, ela disse ao WWD.

O nome de Vanessa já havia aparecido em outubro de 2013 quando Eric Wilson, que trabalhava com Cathy Horyn, trocou o jornal pela revista “InStyle”. Mas de fato, Friedman é um nome estratégico que pode assumir um cargo importante, de forma que foi natural que, com a saída das duas críticas poderosas, seu nome voltasse à tona.

Se antes Cathy e Suzy dividiam o reinado, Vanessa começa com um poder ainda maior. Segundo o WWD, ela será editora-chefe de moda responsável pelo “NYT”, pelo “International New York Times” e pelo site global da publicação. Ela também passa a organizar a conferência anual de luxo que antes tinha Menkes à frente. “É um papel totalmente diferente. Não serei Cathy. Não serei Suzy. Não sou a ‘Suthy’”, brinca. “Não quero substituí-las. Tenho enorme respeito por elas, mas sou outra pessoa.”

Para ajudar na editoria, a ex-editora da seção de estilo, Alexandra Jacobs, assume o papel de crítica, assinando os reviews junto a Friedman. Essas mudanças traduzem a expansão da cobertura de moda do jornal, que planeja passar a cobrir na Ásia e a publicar mais reviews femininos e masculinos. “O novo time é parte de uma evolução do departamento”, diz a nova editora.

A data de início dos trabalhos ainda não foi divulgada tampouco o nome da pessoa que assumirá o posto de Vanessa no “Financial Times”.

Vanessa Friedman é graduada pela Universidade de Princeton e foi quem lançou a editoria de moda do “Financial Times” em 2002. Antes, havia colaborado com revistas como “The Economist”, “The New Yorker” e “Vogue”. Além de grande editora e influente no mercado, ela também é uma excelente repórter e está por trás de matérias muito ricas e com uma opinião séria e bem embasada.

 

Fonte: FFW

Beleza e Moda