Beleza e Moda

Sono da beleza

Atualizado em: 02/03/2014

bela-adormecida

Qual a relação entre o sono e o envelhecimento da pele?
O “sono da beleza” foi comprovado cientificamente. Pessoas privadas de sono se mostraram menos saudáveis e menos atrativas em escalas visuais, segundo estudo científico realizado na Suécia em 2010 e pontuada por participantes que não sabiam quem dormia mais ou menos. Nesta pesquisa foram comparadas pessoas saudáveis, entre 18 e 60 anos, privadas de sono com pessoas que dormiram bem. O resultado foi que as que dormiram bem foram classificadas como mais bonitas, saudáveis e atrativas.

Antes falavam que o ideal era dormir oito horas, continua sendo assim?
Em média, devemos dormir entre sete horas e meia ou oito. Mas pesquisas mostram que um terço da população mundial dorme de duas a três horas a menos do que precisa. Pouco sono, ou sono de má qualidade, está relacionado a uma redução na produção do hormônio de crescimento (GH) que é fundamental para a renovação celular, prevenindo o envelhecimento precoce da pele, o acúmulo de tecido adiposo, flacidez muscular e fraqueza óssea. A falta de sono esta relacionada ainda a rugas precoces devido a alta produção do cortisol (hormônio do estresse) que também contribui para deteriorar mais rapidamente o colágeno da nossa pele, além de proporcionar a queda de cabelos.

E como fazemos para melhorar a qualidade do sono sem tentar ir atrás de remédios, que é o que muita gente faz sem ao menos consultar um especialista?
Para melhorar a qualidade do sono precisamos reaprender a escutar o nosso corpo, colocando as horas de sono dentro da nossa agenda, assim como colocamos os compromissos sociais e de trabalho. Organizar o tempo para sobrar espaço para o sono da beleza. Escurecer o quarto e manter um ambiente tranquilo a noite são dicas importantes para a qualidade do sono.

 

Fone: Julia Petit

Beleza e Moda