Beleza e Moda

Sex Appeal: Nars lança coleção-tributo ao fotógrafo francês Guy Bourdin

Atualizado em: 03/10/2013

make

Quando tinha apenas 10 anos, François Nars costumava pegar as Vogues francesas de sua mãe e arrancar as páginas com fotos feitas por um mesmo fotógrafo. Eram imagens poderosas, com cores saturadas e cenas intensas, quase sempre com forte conotação sexual. O fotógrafo em questão era Guy Bourdin, a quem François, hoje dono de uma das marcas de cosméticos mais bem-sucedidas do mundo, credita a descoberta da sua vocação. Perto do aniversário de 20 anos de sua marca, Nars volta ao início de tudo e lança uma coleção-tributo a Bourdin, morto em 1991.

“É um sonho que tinha há muito tempo, bem antes mesmo de lançar a coleção inspirada em Andy Warhol (2012). O trabalho de Guy Bourdin está no DNA da Nars, no meu imaginário criativo e em todos os aspectos da minha vida, então era só uma questão de tempo”, revela o maquiador/fotógrafo/empresário, sentado na ampla antessala de uma suíte no Le Meurice, em Paris.

Estão expostas ali as fotografias que inspiraram os 25 produtos da coleção. São cinco sombras e cinco batons, três blushs, quatro esmaltes e oito gift sets. Não faltam tons de vermelho, cor muito presente nas maliciosas mulheres das fotos de Bourdin. A Sephora do Brasil vai receber uma seleção da linha a partir de dezembro – que inclui um nécessaire com quatro Mini Velvet Matte Lip Pencil e um Mini Velvet Gloss Lip Pencil.

O processo criativo dessa capsule collection foi relativamente simples: “Consistiu basicamente em olhar incansavelmente as fotos, as maquiagens das modelos clicadas por Guy, depois os fundos e cenários, e extrair dali não só as cores, mas as sensações”. A Nars teve carta branca de Samuel Bourdin, filho de Guy, para desenvolver as embalagens da coleção, que contam com imagens célebres da carreira do fotógrafo. Para colecionar!

Vogue

Beleza e Moda