Beleza e Moda

Por dentro da história do inventor da maquiagem

Atualizado em: 22/10/2012

maxfactor_3

 Se você não sai de casa sem maquiagem, tem o nécessaire completinho e passa horas aprendendo novos truques com vídeos tutoriais você, com certeza, foi tocada pelo fenômeno chamado Max Factor. Quem é ele? Simplesmente o homem que inventou o pan-cake (sim, o antecessor da base), os cílios postiços, o gloss, as sombras, o lápis de sobrancelha, o corretivo, o rímel com aplicador e a maquiagem à prova d’água. Ou seja, você deve muito a ele!

Factor também foi o queridinho das estrelas do cinema que enfrentavam dilemas com a transição do preto e branco para as projeções de cor com o technicolor. Factor desenvolveu maquiagens específicas para resolver essa questão, o ano era 1930 e os produtos criados por esse polonês radicado nos Estados Unidos eram capazes de transformações incríveis no visual de divas como Rita Hayworth, Joan Crawford, Lucille Ball, Veronica Lake e Jeanette MacDonald.

Harlow virou loira platinada para Hell's Angels e o calibrador de beleza que mostraria quanto as medidas do rosto de uma pessoa eram perfeitas (Divulgação)

De tão importante para a indústria do cinema Factor teve até seu nome gravado na calçada da fama e no hino oficial de Hollywood. Vale lembrar que, ironicamente, a categoria de Melhor Maquiagem só foi adotada pelo Oscar em 1981. Ufa, antes tarde do que nunca!

Max trabalhando com Paulette Goddard, em foto de 1930 (Foto: Divulgação)

Interessante né? E dá para saber ainda mais da história da maquiagem e do cinema hollywoodiano. O escritor Fred Basten teve acesso irrestrito a todos os arquivos da família Factor e escreveu o livro Max Factor: O Homem que mudou as faces do mundo. A obra tem 190 páginas, é da Matrix Editora e já está à venda no Brasil por 39,90 reais.

Glamour

Beleza e Moda