Manual para quem faz escova em casa e quer resultado de salão

Substância semelhante ao estrogênio aumenta risco de câncer de mama
4 de junho de 2015
Consumo de cereais matinais pode aumentar longevidade
4 de junho de 2015

Manual para quem faz escova em casa e quer resultado de salão

Chapado ou com movimento, o visual liso é definitivamente o mais desejado pelas brasileiras, que não poupam esforços para ter o cabelo dos sonhos. Se você faz parte desse time, comemore: não faltam truques e produtos que facilitam a escova e prolongam o resultado.

O secador perfeito
Quanto maior a temperatura, mais rápido será o processo. Porém, nem sempre vale expor o cabelo a tanto calor – dependendo da espessura do fio, ele sofre danos. “Cabelo fino deve ser escovado com o secador em temperatura média”, fala a cabeleireira Taciana Silva, do salão Werner Coiffeur Baixo Leblon, no Rio de Janeiro. Os aparelhos com potência de 1800 a 2 mil watts são eficientes e seguros.

Look chapado
Você pode utilizar a prancha para dar acabamento à escova ou passá-la sem ter alisado as mechas antes. Se optar pela segunda alternativa, lembre-se de que os fios precisam estar 80% secos. Caso contrário, o risco de ressecamento e quebra é maior. Divida o cabelo em pequenas mechas e deslize o aparelho três vezes em cada uma delas, da raiz às pontas, por cerca de dez segundos. O movimento deve ser rápido e preciso. Tome cuidado para não queimar as orelhas.

 

Na hora do banhoA umidade é a grande inimiga da escova, portanto, tomar banho sem proteger os fios é jogar todo seu esforço pelo ralo. Para evitar o frizz, enrole uma toalha no cabelo e coloque a touca plástica por cima – ela deve ficar bem presa à cabeça e sem nenhum espaço que possa entrar água. Evite demorar muito no chuveiro e regule a temperatura para morna ou fria. Assim, você evita a formação de vapor que também prejudica o efeito liso.

As ferramentas ideais
As escovas redondas facilitam o alisamento e seu tamanho deve ser escolhido conforme o comprimento dos fios. Quanto mais longo o cabelo, maior o diâmetro da escova. Por isso, se você tem cabelo curto, prefira os modelos menores. As que têm base em cerâmica absorvem o calor do secador e agilizam a secagem. Outra característica importante é o tipo de cerdas. “Existem as versões naturais, geralmente feitas de crina de cavalo e pelo de javali, de náilon e as mistas, que unem as duas. Prefiro a última opção, que traciona melhor o cabelo sem agredi-lo tanto”, explica o cabeleireiro Marcos Proença, de São Paulo, queridinho das atrizes, como Deborah Secco e Flávia Alessandra.

As estrelas do espetáculo
Na hora de investir no secador para alisar ou na chapinha, economia não deve ser a palavra-chave. O sucesso do liso perfeito depende muito desses dois aparelhos. “Os secadores com íons ajudam a tirar a eletricidade dos fios, minimizando o aparecimento de frizz”, fala o cabeleireiro Celso Kamura, de São Paulo, em coro com muitos experts que elegem essa tecnologia como a mais eficiente. Os íons também estão presentes nas pranchas, que ainda devem ter placas de cerâmica e capacidade de manter a temperatura constante.

Os aliados indispensáveis
Prolongar o liso é uma bênção para quem não vive sem escova (ainda mais se ela for feita em casa). O segredo dos experts? Produtos leave-in. Eles protegem a fibra capilar do calor do secador, evitam o frizz e impedem a ação da umidade. À base de óleos e silicones, formam uma película em volta do fio, blindando-o. “Antes de aplicar o finalizador em todo o comprimento, retire o excesso de água do cabelo. Faça a escova, espere as mechas esfriarem e espalhe uma gota de reparador de pontas ou óleo para dar polimento”, ensina Marco Antonio de Biaggi, hairstylist do MG Hair, em São Paulo.

Revista Boa Forma

Cristiani Meller
Cristiani Meller, Analista Financeira e Gerente Comercial do Portal Mulher de Fato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *