Beleza e Moda

Mais de mil pessoas fazem fila na abertura da primeira Forever 21 no Brasil

Atualizado em: 17/03/2014

Forever-21-Brasil-inauguracao-loja-Morumbi-2

Muitas pessoas chegaram ao Morumbi Shopping antes mesmo da abertura das lojas (às 10h) para garantir os primeiros lugares na fila. Como o contingente de pessoas era muito grande, os consumidores foram divididos em três grupos: um em frente à loja e outros dois na área central do shopping. Somando, havia cerca de mil pessoas, número que se manteve estável até o fim da tarde, quando a loja demarcou o limite da fila que entraria na loja ainda no sábado e anunciou que abriria as portas novamente às 10h neste domingo.

Dentro da loja, o clima era de festa: o som era alto, a trilha era composta dos principais hits do momento, grupos de amigas dançavam enquanto enchiam suas sacolas de roupas. No provador, meninas tiravam fotos umas das outras para postar nas redes sociais. Do lado de fora, a Forever 21 montou um esquema para que ninguém arredasse pé da fila: distribuiu cachorro-quente, algodão-doce e bebidas.

A primeira consumidora a entrar na loja foi a estudante Isabella Acrasadan, de 14 anos, que chegou ao shopping às 5h40 acompanhada de uma prima. Ela contou que é fã da Forever 21, que já conhecia de viagens aos Estados Unidos. “Acho que as outras marcas não têm nada muito teen, ou é mais para senhora ou é para criança”, disse, explicando sua devoção.

A estrutura da loja de dois andares já estava pronta na quarta-feira (12.03), mas ainda havia um grande número de caixas de roupas para desencaixotar e organizar nas araras. Até o fim do ano, a rede de fast fashion terá sete lojas no Brasil, então, o ritmo de inaugurações é acelerado. No dia 22 de março, já haverá a abertura da loja no Village Mall, no Rio de Janeiro. As próximas inaugurações devem ser em Ribeirão Preto (em abril), e depois em Brasília (data a definir). Ainda neste ano, a varejista norte-americana deve abrir as segundas lojas de São Paulo e do Rio (que será no BarraShopping). E por fim, haverá uma loja em Porto Alegre.

A RP global e gerente de redes sociais da Forever 21, Kristen Strickler, explicou por que a data de abertura da primeira loja, em São Paulo, mudou tantas vezes. Segundo ela, havia uma preocupação com a construção da loja, que tinha que seguir os padrões da rede. E havia também uma preocupação em ofertar peças a preços realmente baixos, marca principal da Forever 21. “Nossa preocupação é gerar valor para nossos consumidores e ainda ter lucro no fim do dia”, afirmou em entrevista ao FFW. Agora que está tudo organizado, ela disse que não deve haver mais problemas no cronograma, mas como são muitas lojas pode ser que entre alguns meses em 2015. “São sete lojas previstas para este ano. É um plano muito ambicioso.”

A RP acredita que a marca terá sucesso no país porque “existem muitas similaridades entre os Estados Unidos e o Brasil”. “O consumidor é parecido. Nossa moda é global. E aqui as pessoas gostam de se divertir com a moda.” O burburinho em torno da chegada da Forever 21 se deu porque, para ela, não existe nada parecido no varejo brasileiro, que ofereça roupas e acessórios com informação de moda a preços tão baixos. A loja de São Paulo não terá a coleção masculina, em função do espaço: são 3.650 metros quadrados e oferecerá vestuário, lingerie e acessórios. A loja do Rio terá quase 4 mil metros quadrados e terá, além das mesmas linhas, outras marcas da rede varejista, como F21 Contemporary, Forever 21 Active e 21MEN (linha de fast fashion para homens de todas as idades).

Kristen não revela quanto a rede investiu para instalar a subsidiária no Brasil, nem as metas a longo prazo, como o market share que pretende alcançar. Mas ela afirmou que o crescimento da marca nos próximos anos será apenas no mercado internacional, e a América Latina é um dos focos agora. No sábado, também será aberta a segunda unidade no Chile. Contando com as inaugurações do sábado, já são dez lojas na América Latina (duas no Chile, quatro na Colômbia, duas na Costa Rica, uma no Brasil e uma em El Salvador). Até o fim de 2014, serão pelo menos 20. “Estamos investindo porque é um mercado gigantesco para a gente. A América Latina é um dos mercados com maior crescimento agora”, disse Kristen.

 

Fonte: FFW

Beleza e Moda