Beleza e Moda

Fora, Terry

Atualizado em: 15/03/2014

terry1

Terry Richardson, um dos fotógrafos mais amados pelos editores de moda, também é um cara que coleciona denuncias contra abuso sexual – várias famosas, inclusive, já afirmaram que nunca mais querem trabalhar com ele, como por exemplo Lena Dunham, que se arrependeu de ter cruzado seu caminho, e Coco Rocha, que nem ficou nua, e mesmo assim ficou extremamente constrangida. O Ix Daily já fez até uma lista bem convincente com cinco razões para acreditar que ele é um completo babaca. Entre as histórias mais recentes, está a da estudante de arte e modelo Charlotte Waters. Na real, tudo aconteceu cinco anos atrás, e ela já tinha postado uma denúncia anônima no Reddit, mas agora Charlotte resolveu dar nome e cara à menina de 19 anos convidada para clicar no estúdio de Richardson, no Soho, sabendo que teria, sim, de posar nua e nem ligando, já que havia feito ensaios sem roupas antes e estava animada em fotografar com um dos caras mais famosos da indústria da moda. Mas mal sabia ela que ia acabar sendo apalpada em todas as partes e que o Sr. Terry ia ejacular bem no olho dela.
O boicote agora ganhou força. A ONG The Miss Representation e o The Representation Project lançaram a campanha It’s Time to Put an End to Terry Richardson, com um post no blog e uma petição com apelo para que grandes marcas e publicações como H&M, Vogue, Supreme, Harper’s Bazaar e Mango parem de contratar os serviços dele. Eles também pedem para as pessoas usarem a hashtag #NotBuyingIt quando virem nas redes sociais trabalhos feitos por ele (ps.: a hashtag ganhou um app em janeiro para que a galera possa articular ou criar campanhas contra o sexismo na mídia).

Será que vai surtir efeito? Aparentemente, já começou. A H&M foi a primeira a postar tuítes em resposta à causa. “Se essas acusações forem verdadeiras, são inaceitáveis para nós. No momento não estamos trabalhando com Terry Richardson e não temos nenhuma campanha em vista com ele”, dizia um deles.
Terry, por sua vez, também já respondeu. De acordo com a Page Six, ele disse que as acusações de Waters são distorcidas e maldosas. “Eu trabalho com mulheres adultas que têm total noção da natureza do meu trabalho e todas assinam contratos… Eu trabalho com respeito e dou a todas livre arbítrio para tomarem decisões”, disse.
É lamentável que um fotógrafo tão talentoso (sim, por mais que a gente odeie, ele é incrível. Alguns dos melhores editoriais e campanhas são dele) tenha atitudes tão controversas e que oprima tantas mulheres… afinal, qual a necessidade disso?

 

 

Fone: Julia Petit

Beleza e Moda