Beleza e Moda

Exercícios grávida, pode? Depende… saiba o que dá e não dá pra fazer

Atualizado em: 18/05/2014

untitled-7

Gravidez + exercício físico = polêmicas. Há quem defenda os exercícios a ferro e fogo, e também quem acredite que neste período o melhor mesmo é fazer repouso. Para acabar de vez com essas dúvidas, fomos atrás de especialistas para saber  tim-tim por tim-tim o que pode e o que não pode ser feito.

“Primeiro, é bom deixar claro que durante a gravidez é muito importante que a grávida reforce um estilo de vida saudável, com alimentação balanceada e exercícios físicos”, explica o Dr. Pedro Paulo Barro Filho, membro da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia.

Movimentar o corpo durante a gestação traz muitos benefícios, como a diminuição da probabilidade de parto prematuro, ajuda na manutenção do peso e diminuição do risco de desenvolvimento de diabetes gestacional.

Mas calma, nem pensar em se acabar nas aulas de spinning jump, grávida glamourosa. “O ideal é que se faça atividades com pouco impacto, como uma caminhada leve, natação e bicicleta ergométrica”, revela o obstetra. “Se a elevação da temperatura corporal for muito alta, ela pode causar má formação fetal”, alerta Renata Cienfuegos Bucci, professora da Reebok Sports Club e especializada em gestantes. Mais um motivo para passar longe de exercícios de alta performance, tá?

Isso não significa que você precisa cancelar a matrículo na musculação. Este tipo de exercício vai te ajudar a fortalecer os músculos e ainda pode melhorar a postura. “Se a gestante já praticava musculação antes, o ideal é que ela não pare, mas diminua o ritmo e faça no máximo 20 repetições de cada exercício com carga moderada”, conta Renata.

E quem nunca fez nada e quer fazer agora?
Se o que você quer é escolher uma atividade para esse período, a indicação da professora é a hidroginástica. “Além de não ter muito impacto, ela facilita o retorno venoso e funciona como uma drenagem linfática, diminuindo o inchaço nas pernas e pés”, conta Renata.

Também não há a necessidade de ficar muito preocupada com o “até quando praticar os exercícios”, cada mulher deve praticá-los até o momento que se sentir confortável.

Claro que todas essas indicações são para grávidas que não correm nenhum risco, caso contrário, o melhor é fazer repouso durante os nove meses, tá?

E se você é daquelas que nem engravidou ainda, mas já pensa no corpitcho pós-gravidez, pode ficar calma, com liberação médica, os exercícios podem voltar a ser feitos em média 30 dias após o parto, segundo o Dr. Pedro.

 

Resumindo: praticar exercícios durante a gestação é ótimo, desde que eles sejam feitos com moderação, acompanhamento médico e de um profissional de educação física especialista no assunto.

Fonte: Glamour

Beleza e Moda