Beleza e Moda

Decifrando o make nada: saiba o que está por trás do visual

Atualizado em: 13/05/2014

untitled-9_copy

Apesar de parecer ultranatural, a maquiagem minimal envolve uma série de produtos e técnicas complexas. Revelamos o que está por trás do visual.

. Preparo
A pele deve estar primorosa: comece limpando e hidratando – rosto ressecado não recebe bem base e corretivo. Nos desfiles, os óleos faciais reinam, já que nutrem de forma leve. Use um creme especial para a região dos olhos, que evita que o corretivo craquele. Aplique o primer, que tem funções variadas.

. Correção
Novas tecnologias têm tornado o combo base + corretivo + pó cada vez mais indispensável. Vale também investir no contorno, com um produto marrom opaco para definir bochechas e maxilar, sombrear a testa e até afinar o nariz. Iluminador no alto da maçã complementa o jogo de luz e sombra, e um toque de blush rosa ou coral no centro das maçãs garante ar de saúde.

. Olhos
Esfumados pesados quase não têm vez nos red carpets, envelhecem e deixam o look datado – vide a musa Cate Blanchett, que sempre pega leve na sombra. É mais moderno usá-las em tons de marrom para realçar o olhar; já as claras e com brilho iluminam o centro das pálpebras e o canto interno. Uma linha finíssima de delineador define e dá impressão de cílios mais fartos. Se quiser usar postiços, cole por baixo dos cílios originais – o resultado é bem natural.

. Lábios
Se a ideia é fazer um make nada, os lábios devem estar naturais, hidratados e com uma cor suave – os lip balms coloridos são perfeitos. Outra opção é aplicar um batom mais intenso dando batidinhas com o dedo, como se estivesse manchando os lábios. Uma camada leve de gloss está liberada, para contribuir com o efeito plump.

 

Fonte: Vogue

Beleza e Moda