Beleza e Moda

C&A volta ao comércio eletrônico

Atualizado em: 31/01/2015

CeA_300

 

cea

A C&A volta a ter uma operação de comércio eletrônico. A reabertura da loja virtual da rede de varejo de moda foi nesta sexta-feira, 30. O portfólio de produtos é o mesmo disponível nos pontos de vendas físicos da marca.
Desde 2003, a C&A não atuava no e-commerce. Desta vez, além das peças de roupas, a companhia oferece ferramentas de curadoria de moda, para auxiliar o consumidor na navegação e escolha entre as opções. Dúvidas e consultas podem ser realizadas em tempo real, tanto pelo site quanto pelo telefone. A estratégia de investir na experiência de compra tem sido usada também pela Dafiti, líder de mercado, como diferencial para concorrentes com foco em preços mais baixos, como o chinês Ali Express.
“Para garantir uma boa experiência de compra, um dos diferenciais da plataforma em relação ao mercado é a possibilidade dos clientes realizarem trocas, em até 30 dias, pelo site ou em qualquer uma de nossas lojas físicas”, ressaltou o vice-presidente Comercial da C&A, Paulo Correa, em comunicado oficial.
Segundo a C&A, a fase de testes da plataforma contou com a participação dos 20 mil funcionários da empresa, além do Conselho Fashion da C&A.

 

Beleza e Moda