Beleza e Moda

Beleza macabra

Atualizado em: 26/12/2013

heavenly-bodies

No século XVI, mais precisamente em 1578, foi descoberto em Roma um labirinto de catacumbas subterrâneas, que a princípio guardavam os restos mortais de milhares de mártires do cristianismo. Muitos desses restos mortais, de supostos santos, foram destruídos na época do iluminismo, mas o que sobrou acabou sendo distribuído entre igrejas e instituições religiosas pela Europa para substituir relíquias sagradas que foram destruídas com o surgimento da reforma protestante. Cada um deles foi todo montado e adornado com joias e roupas por freiras, simbolizando o que os aguardavam após a morte.
Paul Koudounaris teve acesso a todo esse material impressionante, e pesquisou a fundo a história de cada um desses esqueletos, que por mais de um século ficaram escondidos dos olhos do público, e que podem ser vistos em “Heavenly Bodies” pela primeira vez. Na nossa galeria você confere algumas das imagens, com alguns fatos sobre alguns deles. Tudo, claro, é especulação, mas confesso que achei muito interessante e fiquei com vontade de devorar o livro, que acabou rendendo à Koudounaris o apelido de “Indiana Bones”.

 

 

Fonte: Petiscos

Beleza e Moda