Beleza e Moda

Batalha de penteados: topete vs. coque colado

Atualizado em: 25/12/2012

slider-ca-r2_1

Topete 80’s

Sai o cucuruto altinho estilo Brigitte Bardot nos anos 60, que foi usado à exaustão, entra o topete frontal 80’s,que volta a ter seu momento de glória com uma leitura mais limpa. Além de ter sido hit nas passarelas das últimas semanas de moda daqui e do Hemisfério Norte (Dolce & Gabbana,Andrea Marques e Iódice apostaram na ideia), o topete ainda estampou as três icônicas capas da Vogue francesa de setembro, fazendo a cabeça de Kate Moss, Daria Werbowy e Lara Stone.Como toda ideia fresh que ainda não se popularizou,o penteado é garantia de originalidade e confere ar boyish, ao mesmo tempo em que deixa o rosto livre da franja no calor.

Coque colado

Não é à toa que o coque baixo com raiz bem esticada migrou para o tapete vermelho tão logo começou a pipocar nas passarelas (Gucci e Chloé estão entre as primeiras a adotarem o look). Minimalista e andrógino,esse penteado é a melhor pedida quando a ideia é concentrar todas as atenções no look,e também funciona para fazer contraponto à doçura de uma roupa feminina demais. Para nossa temporada de festas com clima tropical,há outra imensa vantagem: calor,suor e umidade não vão te deixar desmontada em cinco minutos – e você nem sequer precisa secar o cabelo antes de fazer! A única regra é criar uma risca impecável,seja de lado,seja no meio. Use um pente fino para colar os fios na cabeça e aplique gel ou muito spray para segurar.

Vogue

Beleza e Moda