Beleza e Moda

5 tendências dos anos 90 que voltaram em 2013

Atualizado em: 22/04/2013

cropped

 Os tops cropped, as peças tie-dye, shapes amplos e oversized, plataformas e estilo grunge dominaram as passarelas das últimas semanas de moda. Não lembra alguma coisa? Sim, os queridos (ou nem tanto) anos 90 estão de volta! Conversamos com a Lana Mayra, professora de moda da Sigbol Fashion, para reunir as top 5 tendências dessa década que você estará usando até o final do ano.

O único cuidado na hora de usar é ficar atenta para não colocar tudo de uma vez e ficar realmente parecendo que você saiu do túnel do tempo. "É importante saber dosar: Quer usar um blazer com uma ombreira? Prefira uma mais suave. Ou quer usar uma calça detonada grunge, então não monte um look inteiro com camisa surrada também. Os anos 90 são conhecidos pelo excesso, mais cuidado para não deixar caricato", avisa a professora.

Foto: Agência Fotosite

Top Cropped

"Ele voltou de forma mais street, mas teve seu auge na década de 90 com as Patricinhas de Beverly Hills e Gwen Stefani. Existe um culto ao corpo, desde a década de 80, que vem evoluindo e a barriga de fora é um sinal disso”.

Estilo Grunge

"O xadrez está sendo usado há muito tempo e vai ser revisitado, mas vai vir como o búfalo (estilo escocês, sabe?). De grunge também vem o jeans detonado, com lavagem muito clara. Esse jeans até tem umas manchas de cândida, mas não é exatamente um tie dye que é planejado"

Moletom

"O moletom com estampa localizada no centro e na frente também é um ícone dos anos 90 que vai voltar. Antes ele tinha a estampa relacionada a uma marca, agora a gente vai usar com uma proposta mais divertida de estampa, que não vai ser tão ligada a marca. Claro que já tem algumas como a da Kenzo, mas não é o principal".

Ombreiras

"Elas fazem parte da silhoueta justa e curta que aparece marcada nos ombros. Ela é perfeita para quem tem o corpo no formato de pera, porque equilibra a parte de cima com os quadris"

Plataformas

"A plataforma teve seu auge nos anos 90 por aqui, mas nunca deixou de ser usada nos países orientais. Como nosso olhar está muito voltado para lá – muitas das nossas peças são produzidas na China e no Japão – a gente acaba trazendo um pouco dessa cultura para o ocidente. Aí quando o creeper apareceu nas passarelas da Chanel, acabou solidificando uma tendência"

Gloss

Beleza e Moda