Beleza e Moda

5 dicas para explorar a Amazônia, mais novo destino do radar fashionista

Atualizado em: 30/04/2014

ssss5

Nenhuma das anteriores é resposta que um fashionista vai dar quando você perguntar para onde será sua próxima viagem. É que, saindo da comfort zone de férias do jet-set, aAmazônia acaba de se tornar o mais novo destino no radar fashionista – maior prova disso foi o desembarque do estilista Stefano Gabbanna, da Dolce & Gabbana, no estado brasileiro essa semana.

Internacionalmente famoso, o cartão postal pode ser (ainda) pouco conhecido entre os brasileiros, mas é do tipo de lugar que deve ser visitado uma vez na vida ao menos. Marina Beltrame, produtora executiva da Vogue, passou quatro dias na região hospedada no Anavilhanas (mesmo hotel em que se encontra o italiano), localizado às margens do Rio Negro e a 180 Km de Manaus, para o mais novo shooting da Vogue Kids, mas afirma que até mesmo on duty o local teve efeito sobre seu ritmo. “É uma viagem que deve ser feita pelos que realmente querem se desligar de tudo e fazer contato com a natureza”, diz. Animou? Tome nota de cinco dicas para aproveitar o melhor de lá.

#1. A Amazônia romântica (e até mesmo family-friendly)
“Fiquei impressionada com a quantidade de casais que escolhem a Amazônia para aproveitar a lua-de-mel. O mesmo vale para aqueles que têm filhos pequenos e querem colocá-los em contato com a natureza”, revela. O motivo é claro: não existe nem sinal de vida norturna ou quaisquer outras badalações. Além disso, para os pequenos, a chance de ver e interagir com animais selvagens, como micos que vivem soltos pela mata, é inesquecível.

#2. O mergulho na natureza, como ela realmente é
Famosos na fauna brasileira, os botos-cor-de-rosa são tão procurados que possuem diversas visitas guiadas, na região de Novo Airão. “Ao contrário dos botos-cinza, os cor-de-rosa são superatrevidos, carinhosos e interagem sem nenhum medo com os turistas, que fazem fila para vê-los”, conta Beltrame. 

3. A festa gastronômica com paladar local
Com os mais famosos rios cortando o estado, a Amazônia logicamente tem no peixe o elemento fundamental de sua gastronomia. “Os peixes de água doce possuem um sabor mais marcante do que o resto e aparecem em abundância nos menus locais”, conta a produtora. “Sabores exóticos, como os doces, que possuem quase todos o cupuaçu como ingrediente-chave, podem ser encontrados em absolutamente qualquer lugar”.  

#4. O jeito off-road de se locomover nas férias
“Há alguns programas que devem ser feitos nas épocas das cheias, já que alguns locais ficam com as árvores completamente submersas e resultam em paisagens acidentalmente deslumbrantes, mas o fato é que o barco é, de um jeito ou de outro, o grande meio de transporte por ali”, revela. Quer aventura? Passeios noturnos de canoa pelos Igapós e Igarapés do Rio Negro são uma boa opção. 

#5. Uma bem-vinda injeção de cultura brasileira
Impossível não deixar se influenciar pela fascinante cultura indígena ao circular entre uma concentração de aldeias e reservas. Ali no pedaço, a mais famosa delas é a Comunidade Cabocla do Tiririca: “Os índios ali ainda vivem nus, fazem a dança da chuva e preservam todos os costumes de seus ancestrais. É emocionante ver isso de perto”, afirma. Convencidos de qua a viagem vale a pena?

 

Fonte: Vogue

Beleza e Moda