Atualidade

Discurso de Temer choca o Brasil no dia internacional da mulher.

Atualizado em: 09/03/2017

michel-temer-marcela-0317-1400x800

O presidente em exercício Michel Temer vem colecionando frases polêmicas desde o início de sua posse. Declarações de ministros e do próprio Temer geraram intensa repercussão negativa, especialmente nas redes sociais.

Ao destacar o papel das brasileiras em algumas funções, o presidente causou tumulto na internet nesta quarta-feira (8), por ter expressão machista em seu discurso em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Veja a matéria na integra abaixo.

 

 

Que ano é hoje? Presidente do Brasil choca ao falar do “papel da mulher” na sociedade

 

Parece que estamos nos anos 20, mas é 2017 mesmo. Nesta quinta-feira (8), o presidente Michel Temer deu algumas declarações polêmicas sobre o papel da mulher na sociedade durante evento em referência ao “Dia Internacional da Mulher”, em Brasília.

Apesar de já ter se envolvido em situações parecidas – como quando uma matéria da revista Veja reforçou a imagem da primeira-dama Marcela Temer como uma mulher “bela, recatada e do lar” – as falas de Temer surpreenderam por mostrarem uma compreensão limitada sobre aquele que é justamente o tema do Dia da Mulher: a luta por igualdade, inclusive no mercado de trabalho e na divisão das tarefas domésticas.

O que Temer disse sobre o papel da mulher na sociedade?

 

michel-temer-presidente-0317-1400x800

Criação dos filhos é dever só da mãe?
De acordo com reportagem do jornal Folha de S. Paulo, a fala de Temer dá a entender que cuidar da casa e dos filhos é responsabilidade principalmente da mãe e secundário do pai.

“Tenho convicção do quanto a mulher, pela minha criação, pela Marcela, faz pela casa, pelo lar, pelos filhos. Se a sociedade vai bem, se os filhos crescem, é porque tiveram adequada formação em suas casas e, seguramente, quem faz isso não é o homem, é a mulher”, disse o presidente.

Em outra colocação discreta, Temer declarou os “afazeres domésticos” como exclusivos às mulheres, e que é necessário conciliá-los com a jornada de trabalho:

“Com a recessão indo embora, volta o crescimento, volta o emprego. Hoje, graças a Deus, as mulheres tem possibilidade de empregabilidade que não tinha no ano passado. Com a queda da inflação, dos juros, significa que também, além de cuidar dos afazeres domésticos, terá um caminho cada vez mais longo para o emprego”.

michel-temer-marcela-0317-1400x800-2

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), em 2015, a jornada média de trabalho das mulheres era de 53,6 horas por semana e a dos homens, de 46,1 horas. Ou seja, as mulheres trabalham cerca de 7,5 horas a mais por semana do que os homens, incluindo o trabalho não remunerado, como as tarefas domésticas.

O presidente disse ainda que “homens e mulheres são igualmente empregados […] com algumas restrições”. E completou: “Mas a gente vê o número de mulheres que comandam empresas”.

Segundo dados divulgados em 2016 pela Comissão Econômica das Nações Unidas para a América Latina e o Caribe (CEPAL), a mulher ainda chega a ganhar 25,6% menos para exercer a mesma função que um homem.

Economista de supermercado
O presidente também citou que elas são as primeiras a detectarem as flutuações da economia, pois as observam enquanto fazem as compras do supermercado.

A fala dá a entender que as mulheres só entendem a economia porque têm de fazer as compras e que cabe aos homens estar no mercado de trabalho, acompanhar os noticiários e saber como aplicar o próprio salário.

“Na economia, também a mulher tem grande participação. Ninguém é mais capaz de indicar os desajustes de preço no supermercado do que a mulher. Ninguém é capaz de melhor detectar as flutuações econômicas do que a mulher, pelo orçamento doméstico”, declarou.

As declarações de Temer chocam por mostrarem um pensamento atrasado em relação à luta das mulheres por condições iguais às do homem – tanto na divisão de tarefas domésticas quanto no mercado de trabalho e nas demais esferas da vida em sociedade. O Dia da Mulher é uma data que representa a luta feminina por essa igualdade, que sabemos que ainda está longe de ser uma realidade, e é por isso que o discurso do homem à frente da presidência da República nos causa tanta revolta.

 

Fonte: Portal Bolsa de Mulher

 

Atualidade