Artes

Ronaldo Fraga seleciona peças paraibanas para o SP Fashion Week

Atualizado em: 05/03/2015

BIOJOIA1

As biojóias produzidas por artesãs da praia da Penha, em João Pessoa, vão desfilar nas passarelas da São Paulo Fashion Week Verão 2016, o maior evento da moda brasileira, que acontece no próximo mês de abril. O estilista mineiro Ronaldo Fraga está em João Pessoa até a próxima sexta-feira (6), para selecionar e encomendar peças confeccionadas pelas “Sereias da Penha”, um grupo de 40 artesãs, que foi acompanhado pelo próprio estilista no ano passado. Elas estão produzindo peças inovadoras a partir da escama de peixe, sementes e coco.

BIOJOIA2BIOJOIA3
Em novembro do ano passado, Ronaldo Fraga esteve com as artesãs, ministrando um curso, que tinha por objetivo provocar um olhar diferenciado nas mulheres para que elas criassem a sua própria identidade, valorizando sua cultura local. Esta semana ele voltou à capital paraibana para selecionar produtos que irá em sua nova coleção que será apresentada no SPFW.
“As artesãs estão desenvolvendo novos produtos, criando novas peças. O Sebrae trouxe o Ronaldo Fraga para a comunidade justamente para aumentar a autoestima dessas mulheres que agora estão organizadas e bem capacitadas. A presença do artesanato das Sereias da Penha no maior evento de moda do país será uma grande vitrine para essas novas empreendedoras”, destacou a gestora de artesanato do Sebrae Paraíba, Sandra Duarte.
Além do Sebrae, o projeto de capacitação das artesãs tem a prefeitura de João Pessoa e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) como parceiros. “Iniciamos o projeto de capacitação da comunidade no primeiro semestre do ano passado. O trabalho foi se tornando mais amplo e as artesãs foram inseridas no programa Mulheres Mil, do Governo Federal, que promove a inclusão social de mulheres em situação de vulnerabilidade social”, completou Sandra.
Esta não é a primeira vez que Ronaldo Fraga seleciona peças do artesanato paraibano para a São Paulo Fashion Week. Em 2010, o estilista selecionou a renda renascença paraibana como parte integrante das peças da sua coleção. Foi feita uma parceria com a Associação dos Artesãos de São João do Tigre (Assoarti) para a produção das roupas.

Afirmação cultural
Com a vinda de Ronaldo Fraga, as “Sereias da Penha” passaram, em novembro de 2014, por oficinas de nivelamento e produção e estudaram a iconografia e a história da Praia da Penha, além das questões religiosas do local. Para o estilista, estes projetos geram emprego e renda, além da reafirmação cultural da comunidade local. “Isso aumenta a autoestima da comunidade. O meu papel foi estimulá-las para que elas desenvolvessem ainda mais o seu potencial de trabalho”, disse Ronaldo Fraga.

fONTE:UNIDADE DE COMUNICAÇÃO E MARKETING-SEBRAE PARAÍBA

Artes