Artes

Romance de mestranda da UFPB será publicado pelo Prêmio Sesc

Atualizado em: 24/03/2014

romance1

romance

Aluna de mestrado da Universidade Federal da Paraíba, a escritora Débora Ferraz é a premiada da categoria Romance do Prêmio Sesc de Literatura 2013/2014. Com o prêmio, a jornalista vai publicar seu romance ‘Enquanto Deus Não Está Olhando’ pela editora Record até o fim do ano. O texto concorreu com outros 214 escritores de todo o Brasil, chegando à fase final com 37 candidatos.
Débora comemora o feito, especialmente porque já tinha escrito o mesmo tempo na edição anterior do mesmo prêmio, quando também ficou entre os finalistas. “O Prêmio Sesc sempre foi algo que eu persegui, especialmente porque possibilita ao autor que não tem acesso às grandes editoras uma real chance de publicar o seu livro por uma”, afirma. Ela avalia que na primeira tentativa o romance ainda não estava revisado, havia erros de continuidade e alguns pontos da história não estavam bem alinhavados. “Depois que ele foi finalista, eu reescrevi algumas coisas, fiz os acertos finais e enviei novamente”, lembra.
O livro conta a história de Érica, uma aspirante a artista plástica que procura entender a relação com o pai a partir do momento em que ele desaparece. O projeto nasceu em 2008, um ano antes do pai da autora morrer, provocando um intervalo na produção, que só foi retomada em 2011. Débora diz que, desde então, iniciou um intenso e disciplinado processo de escrita que envolveu desde entrevistas com profissionais das artes plásticas até a pesquisa com atletas das artes marciais para compor outro personagem, Vinícius.
Débora escreveu seu primeiro livro aos 13 anos e publicou aos 16 de forma independente, custeando a edição a partir dos cartões artesanais que fazia para vender no intervalo do Ensino Médio. A coletânea de contos ‘Os Anjos’ teve boa recepção crítica e lhe deu ampla repercussão, rendendo textos em revistas de circulação nacional. Mas o currículo da escritora também inclui a publicação do conto ‘O Filhote de Terremoto’ na edição online da Revista Cult e sua adaptação para o cinema no curta-metragem ‘Catástrofe’, com a atriz Zezita Matos no elenco e o cineasta Gian Orsini na direção. O texto também foi publicado na coletânea do Prêmio Sesc de Contos Machado de Assis – Edição 2012, em que ela foi uma das 13 finalistas.
Fonte:G1

Artes